SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

terça-feira, 10 de novembro de 2020

Polícia Civil empregará efetivo de 1.130 servidores no pleito eleitoral

Delegados, escrivães e investigadores atuarão nas 15 regionais do estado para atendimento a crimes eleitorais e correlatos. A Polícia Civil de Mato Grosso se prepara para atuar nas Eleições Municipais 2020, marcadas para o próximo domingo (15.11), com um efetivo de 1.130 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores de polícia que reforçarão as unidades policiais em 136 municípios do estado.
Além do acréscimo do número de servidores designados para fortalecer a segurança pública, a Polícia Civil contará com o incremento de 189 viaturas para atuação no primeiro turno das eleições nos municípios. Todo o efetivo empregado no planejamento está distribuído nas quinze regionais de Mato Grosso, sendo que as delegacias do interior receberão um incremento de 169 policiais para as atividades durante as eleições.
A Polícia Civil trabalhará de forma reforçada nas delegacias de polícia nos municípios, visando garantir a ordem pública durante todo pleito eleitoral, bem como dar suporte de forma rápida e eficaz, na realização nos atendimentos das ocorrências.
O coordenador das Eleições 2020 na Polícia Civil, delegado Walter de Melo Fonseca Jr. explica que dentre as atribuições e atividades dos policiais civis nas eleições municipais estão apurações investigativas de denúncias de suspeitas de compra de voto e outros crimes, além de prisões em flagrante delito.
Nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Barra do Garças, Sinop e Rondonópolis, as ocorrências envolvendo crimes eleitorais ficarão a cargo da Polícia Federal.
Os novos delegados da Polícia Civil que se formaram recentemente pela Academia da instituição iniciam as atividades profissionais já atuando no pleito eleitoral. Todos os 30 delegados foram lotados em unidades de 11 regionais no interior e no próximo sábado, 14 de novembro, trabalharão no período pré-eleições.
Conforme o Código Eleitoral brasileiro, no período de cinco dias que antecede o pleito eleitoral somente são permitidas detenções em casos de flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto.
Operação Eleições 2020
A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) realiza nesta terça-feira (10.11), às 8h30, o lançamento da Operação Segurança nas Eleições 2020. Na ocasião, será apresentado à imprensa o planejamento feito para todo o estado, a fim de garantir a segurança do pleito que será realizado no dia 15 de novembro, em primeiro turno, e no dia 29 de novembro, em caso de segundo turno.
A coordenação das ações relacionada à segurança das eleições municipais e da eleição suplementar ao Senado Federal ficará concentrada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Sesp-MT, que será realizada de forma integrada, com a participação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).
Além do secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante, participarão da coletiva os secretários adjuntos e representantes das forças de segurança do estado (PM-MT, PJC-MT, CBM-MT e Politec). Também foram convidados representantes do TRE, Exército Brasileiro, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.
Assessoria/Caminho Político
Caminho Politico #caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos