TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

TCE-MT doa 100 computadores ao Sistema Prisional de Mato Grosso

A
fim de contribuir com a evolução da área digital do Sistema Prisional de Mato Grosso, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) doou, na manhã desta segunda-feira (30), 100 computadores ao Governo do Estado. As máquinas serão instaladas em salas que estão sendo preparadas dentro dos presídios para capacitação dos reeducandos, audiências virtuais com o Poder Judiciário e videoconferências com familiares.Os computadores doados pelo TCE-MT estão sendo substituídos por novas máquinas, adquiridas por meio do Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Tribunal de Contas (Fundecontas), como parte do
Programa de Modernização de Tecnologia de Informação, fundamental para que a Corte de Contas mato-grossense retome o protagonismo no controle externo brasileiro, um dos principais objetivos desta gestão.
Durante a assinatura do termo de doação com o governador do Estado, Mauro Mendes, o presidente da Corte de Contas, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, ressaltou que o TCE-MT está sempre de portas abertas para parcerias como esta.
“É muito proveitoso quando o Poder Público se une, quem ganha é a sociedade. Nesse momento, estamos doando os computadores para capacitação dos detentos e para que possam se comunicar com as famílias, humanizando o Sistema Prisional mato-grossense. Vemos com bons olhos essa iniciativa e estamos colaborando”, pontuou o presidente.
O governador destacou que o Sistema Prisional de Mato Grosso vive um momento de evolução, de melhoria na infraestrutura, criando melhores condições para que as penas sejam efetivamente cumpridas e, dessa forma, agradeceu a parceria da Corte de Contas.
“Esses computadores serão muito bem utilizados não apenas nesse momento de pandemia, mas dentro de uma nova realidade, na qual a tecnologia também tem que chegar ao Sistema Prisional. Quando nós, Poderes, órgãos da administração pública, nos unimos, criamos uma sinergia de atuação e conseguimos entregar melhores resultados à população”, declarou Mauro Mendes.Também presente na assinatura, o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirmou que a parceria irá contribuir para melhorar cada vez mais a ressocialização. “Essa parceria demonstra que o Poder Público está focado nessa meta, que é cada vez mais melhorar a ressocialização do reeducando, para que ele volte melhor para a sociedade”.
Além dos 100 computadores doados ao Sistema Prisional, em busca do fortalecimento dos mecanismos de controle social o TCE-MT já doou cerca de 500 máquinas para escolas municipais de ensino fundamental do Estado com Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) menor do que cinco. A contrapartida será a melhora dos índices por parte das unidades de ensino.
Participaram ainda da assinatura do termo de doação dos computadores, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, o secretário de Técnologia da Informação do TCE-MT, Mateus Dias Marçal, e o secretário-adjunto de Administração Penitenciária do Estado, Emanoel Alves Flores.
Fundecontas
Criado em 2005, o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Tribunal de Contas (Fundecontas) tem suas receitas destinadas exclusivamente para apoiar os programas e projetos de desenvolvimento e especialização dos recursos humanos da Corte de Contas, bem como para ampliar sua capacidade e atender despesas de manutenção de suas atividades.
Os recursos que constituem o fundo são provenientes de dotações orçamentárias do Estado e créditos adicionais a ele destinados; convênios, contratos e outros acordos ou ajustes celebrados pelo TCE; do recolhimento das taxas de inscrição em concurso público da Corte de Contas; contribuições, auxílios ou subvenções; recursos auferidos em razão de aplicações financeiras; arrecadação de multas aplicadas pelo Tribunal de Contas; valores cobrados pela expedição de certidões, extrações de cópias reprográficas e prestação de outros serviços de natureza similar; valores resultantes de alienação de materiais e bens inservíveis; valores de garantias retidas dos contratos administrativos e multas deles decorrentes; e quaisquer outras receitas que legalmente lhe possam ser incorporadas.
Assessoria/Caminho Político
Foto: Tony Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos