DIRETO DA VENEZUELA

DIRETO DA VENEZUELA
Tweets por ‎@infoenlaceweb INSTAGRAM @INFOENLACEWEB

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sábado, 19 de dezembro de 2020

ASSÉDIO: Partido afasta deputado paulista acusado de assediar colega

Fernando Cury, do Cidadania, foi gravado tocando a região dos seios da deputada Isa Penna, do PSOL, durante sessão na Alesp.O deputado estadual paulista Fernando Cury, que se aproximou por trás e tocou a lateral do seio da também deputada Isa Penna (PSOL) durante uma sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na quarta-feira (16/12), foi afastado nesta sexta-feira (18/12) pelo seu partido, o Cidadania.
Ele foi gravado pelas câmeras da Alesp durante o ato e é acusado de assédio sexual por Penna, que após ser tocada reagiu afastando o deputado com o braço. A Alesp instaurou um processo na Comissão de Ética da Casa para apurar o caso, o que deve ocorrer somente em março.
Penna registrou na quinta-feira (17/12) um boletim de ocorrência por assédio sexual e uma denúncia formal por quebra de decoro contra o deputado. Nesta sexta-feira, ela também lançou um manifesto pedindo a cassação de Cury.
"Eu fui apalpada na lateral do meu corpo pelo deputado Fernando Cury, do partido Cidadania. Certamente não é um caso isolado. A gente vê a violência política e institucional a todo momento contra as mulheres. O que dá o direito a alguém de encostar em uma parte do meu corpo íntima?", escreveu a deputada em uma conta de mídia social.
A Comissão Executiva Nacional do Cidadania decidiu afastar o deputado "de todas as funções diretivas partidárias, em todas as instâncias, bem como de todas as funções exercidas em nome do Cidadania, inclusive junto à Alesp". O afastamento será mantido até a conclusão de procedimento disciplinar do partido. Em nota, o presidente nacional da legenda, Roberto Freire, disse que o episódio era "grave".
"A legenda não tolera qualquer forma de assédio e atuará fortemente para que medidas definitivas sejam adotadas. Temos uma história de luta em defesa dos direitos da mulher que nenhuma pessoa pode macular", afirmou o partido, em nota assinada por Freire e pelo presidente estadual da legenda, Arnaldo Jardim.
Cury afirmou, por meio de nota, que ainda não havia sido informado oficialmente de seu afastamento, e que irá apresentar a sua versão dos fatos e exercer seu direito de defesa após ser formalmente comunicado.
Cena registrada em vídeo
Na noite de quarta-feira, durante sessão da Alesp, Cury se aproximou por trás da deputada e colocou e manteve as mãos na altura dos seios dela. O momento foi registrado em um vídeo público da sessão.
As imagens mostram Cury tocando a deputada no momento em que ela, apoiada no balcão do plenário, conversava com o presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB).
Isa Penna reage e afasta o deputado com as mãos. Ele, então, põe a mão sobre o ombro da deputada, que novamente reage. Eles gesticulam e conversam com o presidente por alguns minutos, até Cury se afastar.
"Eu estava de costas, só senti a mão dele escorregar na minha lateral. No momento em que eu senti, virei e falei para ele: 'Quem você acha que você é? Você está louco? Passar a mão em mim assim?' E empurrei, tirei a mão dele", relatou Penna em entrevista ao portal UOL.
A deputada, que é ativista dos direitos da mulheres, afirmou que um grupo de deputados estava bebendo antes do início da sessão e que Cury "estava com muito bafo de uísque".
Durante a sessão desta quinta-feira, Fernando Cury disse estar "constrangido" e "triste" e se desculpou pelo que chamou de "abraço". "Gostaria de frisar que não houve, de forma alguma, tentativa de assédio, de importunação sexual ou qualquer outra coisa", afirmou. "Eu nunca ia fazer isso na frente de 100 deputados".
MD/ots/cp
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos