SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Defesa Civil de Cuiabá realiza monitoramento periódico dos trabalhos na Realmat, Ciclo Ribeiro e lotérica

As ações de retirada dos escombros demolição são executadas pelas próprias empresas.
A Defesa Civil de Cuiabá continua realizando o trabalho de acompanhamento das atividades em andamento nos prédios da Relmat, Ciclo Ribeiro e de uma lotérica, atingidos por um incêndio no início de dezembro de 2020. Neste momento, é executada a retirada dos escombros do estabelecimento financeiro. Todo procedimento foi autorizado pelo órgão municipal e também pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT).
Segundo o diretor da Defesa Civil de Cuiabá, José Pedro Ferraz Zanetti, de agora em diante, o monitoramento é feito sem a necessidade de uma equipe permanente no local. De acordo com ele, essa nova metodologia foi adotada a partir da contratação da equipe de engenharia técnica, efetuada pelas empresas, para coordenação das atividades, conforme recomendado pelos órgãos públicos.
“Entramos em uma etapa em que o trabalho principal deve ser feito pelas próprias empresas. Sendo assim, não é mais necessário ter uma equipe a todo o momento no local. É claro que, ainda assim, continuamos fazendo visitas periódicas, nas quais avaliamos se o trabalho está seguindo as normas técnicas de segurança e evitamos a criação de novos riscos”, explica Zanetti.
Além da retirada dos escombros da lotérica, também já foi autorizado pela Defesa Civil e Politec-MT a demolição emergencial da estrutura da Ciclo Ribeiro e a retirada da fachada metálica e vidros da loja Realmat. Esses trabalhos também serão realizados pelas empresas e não possuem prazo para conclusão, já que as atividades exigem a aplicação de uma série de cuidados, principalmente no período chuvoso.
“Fizemos os laudos e também repassamos todas as recomendações de segurança que devem ser aplicadas. Optamos por recomendar a demolição da Ciclo Ribeiro, após a avaliação técnica apontar a indicação de queda, por conta das paredes danificadas pelas chamas. Agora, as ações são executadas pelas empresas. Nesse primeiro momento, a atuação acontece na estrutura que já caiu e, gradativamente, alcançará as demais”, pontua o diretor.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos