PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

CRECI-MT

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Município planeja parceria com a UFMT para solucionar problema de alagamento na Prainha

O procedimento é semelhante ao aplicado na região do viaduto Jornalista Clóvis Roberto de Queiroz, entre 2017 e 2018.
A Secretaria Municipal de Obras Públicas deve formalizar um convênio com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com o intuito de solucionar o problema de deficiência na vazão da água na Avenida Ten. Cel. Duarte (Prainha). A medida foi determinada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, com o intuito de solucionar um problema crônico de alagamento enfrentado a cada período chuvoso.
Neste momento, a Prefeitura de Cuiabá já tem em mãos uma proposta feita pela instituição federal para criação de um projeto emergencial para melhoria no sistema de drenagem da avenida, até o lançamento no Rio Cuiabá. A previsão é de que ao longo dessa semana as entidades se reúnam para dar andamento à tratativa, que será coordenada pelo vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.
“Cuiabá é uma cidade tricentenária, que também carrega vários problemas antigos no seu desenvolvimento urbano. As estruturas que se encontram no subsolo foram construídas há décadas e não receberam nenhuma modernização. Ao longo do tempo, foram feiras muitas gambiarras, mas isso não resolve. Faremos um trabalho a curto, médio e longo prazo, que irá solucionar o problema definitivamente”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro.
Conforme a proposta enviada pela UFMT, a elaboração do projeto envolve as etapas de levantamento topográfico, definição da bacia de contribuição e dimensionamento do sistema de macro e microdrenagem. A expectativa é de que esse processo dure aproximadamente seis meses e, a partir disso, o Município contará com um detalhado estudo técnico que ajudará a seguir o caminho correto para erradicar os casos de alagamento.
De acordo com o secretário de Obras Públicas, o procedimento é semelhante ao aplicado na região do viaduto Jornalista Clóvis Roberto de Queiroz, popularmente conhecido como viaduto da UFMT, entre os anos de 2017 e 2018. Na oportunidade, a equipe da universidade foi a responsável por fazer todo o mapeamento da área, identificar as causas e apontar as soluções para as frequentes inundações.
“Estamos em contato com a mesma equipe que fez o projeto do viaduto da UFMT, onde tínhamos grandes alagamentos e que hoje, graças a essa intervenção, não existem mais. É uma equipe totalmente preparada, com experiência e formação na área, que fará o levantamento de toda a bacia da Prainha e assim poderemos executar as intervenções cirúrgicas”, argumenta o secretário.
Stopa relata ainda que, periodicamente, a Pasta executa o trabalho de manutenção das bocas de lobo distribuídas em toda a extensão da via. Além disso, durante o período de chuva, o trabalho foi intensificado, por meio da parceria entre a Secretaria de Obras Públicas, a Defesa Civil de Cuiabá e Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), com atuações inclusive aos fins de semana e no turno na noite.
“Há 30 anos a Prainha inunda quando chove um pouco a mais. Então, já está provado que, neste caso, a limpeza ajuda, mas não é suficiente. O alagamento desse fim de semana, por exemplo, não teve ligação com sujeira, pois a devida manutenção já havia sido feita há poucos dias. O que ocorreu foi um excesso de chuva, que o sistema não foi capaz de dar a vazão necessária”, pontua o vice-prefeito.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos