PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Nota de Apoio: A FEHOSMT federação que representa os Hospitais Filantrópicos do Estado de Mato Grosso, vem a público expressar seu apoio aos hospitais filantrópicos da capital de Mato Grosso


Nota de Apoio: A FEHOSMT federação que representa os Hospitais Filantrópicos do Estado de Mato Grosso, vem a público expressar seu apoio aos hospitais filantrópicos da capital de Mato Grosso, Cuiabá, uma vez que há anos vem expondo aos governantes e a sociedade mato-grossense todas as dificuldades na manutenção das suas instituições, em virtude, principalmente, dos constantes atrasos do gestor pleno do SUS nos pagamentos dos serviços prestados por estas renomadas instituições.
Esclarecendo à população, destinatária de nossos esforços e nossos serviços, a responsabilidade financeira pelo SUS é do Governo Federal, que repassa recursos públicos ao Estado e às Prefeituras. Ocorre que, inexplicavelmente, as Prefeituras, como o caso de Cuiabá, não repassam os recursos federais às instituições filantrópicas, que acabam interrompendo serviços essenciais por falta de recursos que na verdade, traduzem a falta de compromisso e competência dos políticos, que só falam de saúde pública em período eleitoral.
Importante ressaltar que os Hospitais Filantrópicos são responsáveis por 85% dos atendimentos de alta complexidade e 50% de média complexidade aos usuários SUS no Estado de Mato Grosso, especialmente a população de baixa renda. Nossa única motivação é cumprir nosso compromisso com a assistência à população com qualidade, humanização e eficiência.
Vale lembrar que o que leva uma instituição a suspender os serviços é justamente não ter condições de atender com qualidade e eficiência essa população que tanto necessita dos serviços do SUS, por falta de repasse de recursos pelo Estado ou Prefeitura.
Diante desse triste quadro, louvável a iniciativa do Ministério Público Federal de intentar ação civil pública, em proteção da população, na qual foi acertadamente concedida pela justiça federal, medida liminar que obrigou a prefeitura de Cuiabá a realizar os repasses dos valores do Fundo Nacional de Saúde às Instituições Filantrópicas no prazo máximo de 72 horas.
Apoiamos a iniciativa do prefeito de solicitar uma CPI para investigar o tema, pois homenageia o princípio constitucional da transparência. Aproveitamos para sugerir aos vereadores, e também à sociedade e ao Ministério Público, como escopo central da CPI, a investigação das causas e motivações dos atrasos nos repasses dos recursos federais contingenciados, os efeitos das interrupções dos serviços para a população de baixa renda, buscando a responsabilização da cadeia de comando político dos responsáveis pelos repasses. O primeiro indício grave da omissão do Poder Público Municipal é incontestável, e cronológico: porque o Ministério da Saúde já efetuou o repasse da competência 12 (dezembro) para a prefeitura e a SMS ainda não repassou na totalidade os valores devidos da competência 09 (setembro)?
Ressaltamos ainda que a própria prefeitura audita e fiscaliza diariamente as instituições através dos sistemas SISREG, DATASUS e in loco.
Diante da ação do Ministério Público e em nome da população, rogamos à Secretaria Municipal de Saúde que purgue a mora do atraso hoje existente e, daqui por diante, efetue os repasses sempre em dia, conforme prevê a legislação federal vigente e que ampara os hospitais filantrópicos e, mais que isso, a população que necessita dos nossos serviços.
Sempre preocupados na preservação do bem maior “A VIDA”, que sempre foi o objetivo de nossas instituições.
Wellington Randall Arantes
Presidente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos