SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

VERA: Período para solicitar a isenção do IPTU em Vera será durante todo o mês de fevereiro

Idosos que já tiveram direito a isenção do imposto nos anos anteriores não precisam procurar o Cras.
A Prefeitura Municipal de Vera através da Secretaria de Assistência Social dará início a partir do dia 01 de fevereiro ao período de solicitação para isenção da taxa do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Vale lembrar que o período segue até o dia 28 de fevereiro. Quem pode requerer a isenção? Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, pessoas com deficiência física ou mental e que possuem um único imóvel no nome além de ter renda de até dois salários mínimos. Os documentos necessários são: CPF, RG e Título Eleitoral do beneficiário: Contrato de compra e venda ou escritura do imóvel que precisa estar no nome do beneficiário: Comprovante do cadastro único (realizado no CRAS): Comprovante do benefício (extrato) e Certidão de óbito do cônjuge. O requerimento da isenção do IPTU para pessoas que se enquadram nos critérios e irão fazer a solicitação pela primeira vez, deve ser solicitado no CRAS anexo a Secretaria de Assistência Social de Vera, que fica localizado na Avenida Otawa. O horário de atendimento é das 07h às 13h.
Este ano devido à pandemia do coronavírus as pessoas que se enquadram nos critérios e já realizaram a isenção em anos anteriores, não precisam comparecer ao CRAS, pois a equipe está preparando os documentos que serão levados até a cada dos beneficiários para que os mesmos assinem. Esta medida foi tomada pensando na segurança das pessoas, bem como para evitar aglomerações.
Maria Emília que é assistente social falou sobre as mudanças que serão realizadas neste ano. “Em decorrência desta pandemia e o período de solicitação ser muito curto de apenas um mês e são muitos idosos que precisam fazer. Então em decorrência da pandemia para aqueles idosos que já fizeram a isenção nos anos anteriores nós já temos os documentos, e já estamos atualizando o estudo social e nós vamos levar na residência para que o idoso só assine. Para que não haja aglomeração e não se tenha o risco de contágio do covid-19”, finalizou Maria Emília.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos