TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

EMOÇÃO EM DOBRO: Neta enfermeira vacina a avó e comemora: “Momento muito marcante da minha carreira”

Kaline Brasil conta que todos buscaram proteger a matriarca e que cuidados continuam mesmo após a vacinação: "a pandemia não acabou".
A vacinação dos idosos acima de 85 anos contra a covid-19, na campanha “Vacina Cuiabá: sua vida em primeiro lugar”, tem sido marcada por momentos emocionantes no Centro de Eventos do Pantanal, onde fica o polo central. Na quinta-feira (11), a enfermeira Kaline Mendonça Brasil viveu a alegria de fazer a aplicação do imunizante em sua própria avó, Esmeraldina Mendonça Brasil, 85. “Atualmente sou enfermeira da Secretaria de Saúde e estou fazendo parte da equipe de vacinação. Estava muito ansiosa, foi um momento muito marcante da minha carreira profissional, com certeza o mais importante”, afirma.
Dona Esmeraldina também afirmou que estava ansiosa para ser vacinada e, ao ser questionada sobre a emoção de conseguir o que tanto desejava, jogou as mãos para o alto e comemorou. “Obrigada, meu Deus, pela graça recebida, por eu estar junto com a minha família e nós vencermos”.
A idosa, que cumpriu o isolamento social ao longo de meses de pandemia, conta que foi muito triste ter que ficar longe da família e revelou que pretende se reunir com todos os entes queridos após a segunda dose da vacina. “Quero ir na casa da minha família todinha, abraçar todo mundo, beijar e levantar as mãos pro céu e agradecer”, disse, esperançosa.
Segundo a neta Kaline, que já foi vacinada em novembro de 2020, durante pesquisa do Instituto Butantã com a CoronaVac, o que ela confirmou em janeiro, ninguém de sua família contraiu a covid-19 de forma grave, apenas alguns com sintomas leves, e todos buscaram proteger a matriarca, o que vai continuar mesmo após a vacinação. “Ainda não acabou a pandemia. Continuam os cuidados, tem a segunda dose. Eles [idosos] merecem que a gente faça todo esse esforço”, comenta.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos