TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

quarta-feira, 3 de março de 2021

CORONAVÍRUS: Brasil tem novo recorde de mortes por covid-19 pelo segundo dia consecutivo

País registrou 1.910 mortes nas últimas 24 horas, pior marca desde o início da pandemia. Total de mortes passa de 259 mil. Também foram registrados mais 71 mil novos casos da doença. O Brasil registrou oficialmente 1.910 mortes ligadas à covid-19 nesta quarta-feira (03/03), segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). É a pior marca diária registrada desde o início da pandemia. O recorde anterior havia sido justamente registrado no dia anterior, quando foram contabilizados 1.641 óbitos. Com isso, o total de mortes no país associadas à doença chega a 259.271. Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.O país vive um novo momento de aceleração da doença, com registro de colapso da rede de saúde pública em vários estados. Ainda nesta quarta-feira, foram identificados 71.704 novos casos da doença, elevando o total oficial para 10.718.630. A marca novos casos desta quarta-feira é a segunda pior já registrada desde o início da pandemia. Só é superada pelo registro de 7 de janeiro, quando foram contabilziados mais de 87 mil casos.O Conass não divulga número de recuperados. Segundo o Ministério da Saúde, 9.527.173 pacientes haviam se recuperado até terça-feira.A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes subiu para 123,4 no Brasil, a 21ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Liechtenstein e Andorra.Em números absolutos, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 28,7 milhões de casos, e da Índia, com 11,1 milhões. Mas é o segundo em número absoluto de mortos, já que mais de 518 mil pessoas morreram nos EUA.Ao todo, mais de 115 milhões de pessoas já contraíram oficialmente o coronavírus no mundo, e 2,55 milhões de pacientes morreram. jps (ots)cp @CaminhoPolitico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos