PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quarta-feira, 24 de março de 2021

Deputado elogia Assembleia e condena o ‘fecha tudo’

Após a Assembleia Legislativa reprovar, com apenas um voto contrário, o Projeto de Lei, do Governo do Estado, que antecipava cinco feriados como forma de conter o coronavírus, o deputado federal José Medeiros (Podemos) afirma que a atitude demonstrou independência da Casa de Leis e sintonia com a população, que neste momento está preocupada com o vírus, mas também com a falta de alimento na mesa. O parlamentar também criticou a manobra do governador Mauro Mendes (DEM) em transferir para o Legislativo a atitude de parar a economia de Mato Grosso com o ‘mini lockdown' de 10 dias.
“Todos nós estamos preocupados com o avanço da pandemia, mas é importante ressaltar que a paralisação de 10 dias não vai conter o vírus, pelo contrário, pode ser um fator que contribui ainda mais para o aumento das aglomerações. Na votação de ontem (terça-feira), os deputados estaduais honraram a população mato-grossense. A não aprovação do projeto era o anseio das pessoas. É visível o desespero dos pequenos empreendedores, que sobrevivem vendendo churrasquinho, baguncinha, cachorro quente, enfim todas essas pessoas que não sabem como levar o alimento para suas famílias se forem impedidas de trabalharem”, enfatiza o deputado federal.
Medeiros lembra que o momento não é penalizar ainda mais as pessoas, mas sim buscar soluções para amenizar o impacto do vírus, adotando um plano mais eficaz para tratamento da doença, como ampliação dos leitos de UTIs, e estreitar o diálogo com o setor produtivo do estado, principalmente os micros e pequenos empresários.
“É fácil para quem vive em um condomínio de luxo, como é o caso do governador, endurecer as medidas, como fechar tudo. Agora, na vida dessas pessoas o impacto é enorme. Os proprietários de bares e restaurantes estão fechando seus negócios. Eles não têm condições de dar férias para seus funcionários e nem demitir. Não tem dinheiro para nada e nem horizonte. Por isso, ressalto a altivez da Assembleia Legislativa que agiu em consonância com a população”, frisa.
Ao cobrar um plano de ação do estado e dos municípios para combater essa nova onda do coronavírus, Medeiros destaca o avanço da vacinação e esforço do Governo Federal para garantir mais de 500 milhões de doses até o final do ano. “Como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou ontem, o Brasil é o quinto país que mais vacinou no mundo, sendo mais de 14 milhões de pessoas que receberam ao menos uma dose da vacina. A União enviou mais de 32 milhões de doses para os estados. Além disso, o governo Bolsonaro enviou ajuda financeira para os estados enfrentarem a pandemia. De acordo com os dados divulgados pelo Governo Federal, Mato Grosso recebeu cerca de R$ 15 bilhões para saúde”.
O deputado federal também elogiou a atitude do presidente da República, do presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL), e do presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em criarem um comitê nacional de combate à pandemia do Covid-19. “Essa união é importante para o país. O governador Mauro Mendes podia seguir o exemplo e deixar as diferenças políticas de lado, principalmente com os prefeitos e parlamentares, e criar um comitê ou uma força-tarefa para enfrentar essa crise sanitária”, finaliza Medeiros.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos