TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

MPF em Cuiabá

MPF em Cuiabá
Av. Miguel Sutil, nº 1.120, Esquina Rua J. Márcio (R. Nestelaus Devuisky) Bairro Jardim Primavera

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 1 de março de 2021

Presidente da Fecomércio-MT participa de reunião com governador de MT que traz novas medidas de combate à disseminação da Covid-19

Entendendo às necessidades de não fechamento do comércio (lockdown) como forma de combate à disseminação da Covid-19, o governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes, atendeu parcialmente as recomendações de entidades representativas das atividades comerciais, industriais e de serviços, e estipulou novas regras e restrições que visam frear o contágio da doença em Mato Grosso.
O anúncio foi feito nesta segunda-feira (01.03), em reunião por videoconferência onde o presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, também participou. Foi anunciado, pelo Gabinete de Situação Covid-19 do governo do estado, que 88% dos leitos de UTIs estão ocupados e que Mato Grosso é o segundo estado que mais faz testagem de Covid-19 no país, atrás apenas de Roraima.
“O comércio tem feito a sua parte, cuidando de seus colaboradores dentro das lojas e, assim, evitando que eles fiquem ociosos em casa e saiam para eventualmente se aglomerar”, disse Wenceslau Júnior ao afirmar, ainda, que a manutenção do trabalho ajuda a manter a economia ativa, com a manutenção do emprego e da renda das famílias.
As novas exigências devem ser importas via decreto, que será publicado ainda nesta segunda, com validação a partir de terça-feira (02) e terá duração de 15 dias, podendo ser prorrogado por mais quinze, visto que o isolamento no país e em Mato Grosso está abaixo de 40%.
A principal (exigência imposta) trata, novamente, do toque de recolher, que será das 21h às 5h, além de delimitar o horário de funcionamento do comércio e atividades em geral em dias de semana (das 5h às 19h), aos sábados (das 5h às 12h) e domingos (tudo fechado). As exceções ficam para farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de combustível (exceto conveniência) e indústrias.
Está previsto a elaboração de um projeto de lei que que prevê multa às pessoas físicas e às empresas que descumprirem as normas, bem como notificação à Polícia Civil e Ministério Público. A Polícia Militar estará autorizada a dispersar aglomerações, incluindo em bares.
Confira outras exigências do governo estadual
Supermercados: apenas 01 pessoa por família;
Delivery: até 22h todos os dias (governo vai avaliar os questionamentos solicitando extensão desse horário);
Transporte coletivo: autorizado, bem como uber e táxi;
Escolas: dado o compromisso geral das escolas na adoção de protocolos de segurança, a autorização para o funcionamento permanece, dentro das limitações de horário impostas às demais atividades.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos