Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quarta-feira, 3 de março de 2021

Projeto que prevê multa para quem furar a fila de vacinação é aprovado

Com 21 votos, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou o projeto de lei que prevê multa para quem desrespeitar a ordem prioritária de vacinação contra a covid-19.
A proposta de autoria do vereador Eduardo Magalhães (Republicanos) foi analisada na sessão extraordinária desta quarta-feira (03.03). Agora, a propositura segue para sanção do prefeito Emanuel Pinheiro. De acordo com o projeto, durante o período de calamidade pública municipal em decorrência de emergência em Saúde Pública, quem fraudar a ordem prioritária estabelecida para imunização contra a covid deverá ser multado com valor relativo a 120 Unidades Padrão Fiscal (UPFs).
O autor da proposta destaca que a medida visa inibir que pessoas “furem” a fila da vacina contra o novo coronavírus.
“Quisera que não fosse necessário um projeto de lei como esse. Não seria nem necessário uma lei para colocar na cabeça da pessoa que ela não pode furar fila de vacinação, no momento em que a vacina é tão escassa. Tem pessoas que está a um ano dentro de casa porque tem diabetes, pressão alta, tem mais de 70 anos, esperando pela vacina. Um cidadão com 30, 40 anos fura a fila e toma a vacina na frente deles, isso não pode acontecer”, disse o vereador Eduardo Magalhães.
O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), destacou a importância do projeto.
“Temos que combater os fura filas, que não respeita quem tem preferência. A multa é pesada. Precisamos de medidas para coibir esses atos e garantir a vacina para quem realmente tem prioridade”, destacou.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos