DIRETO DA VENEZUELA

DIRETO DA VENEZUELA
Tweets por ‎@infoenlaceweb INSTAGRAM @INFOENLACEWEB

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

domingo, 18 de abril de 2021

SAÚDE AUDITIVA: Máscara e distanciamento podem reduzir em até 30% a audição; Vanessa Moraes dá dicas

Especialista explica que mesmo alguém com audição normal pode ter uma diminuição de 30% na audibilidade.
O uso de máscaras e as medidas de distanciamento social durante a pandemia do Covid-19 podem dificultar a comunicação entre as pessoas, especialmente para quem já tem problemas auditivos. A fonoaudióloga Vanessa Moraes, de Cuiabá (MT), fala sobre como enfrentar estes desafios impostos pela pandemia.
As máscaras faciais afeta de duas maneiras a compreensão da fala. “As máscaras restringem importantes sinais visuais da fala ao cobrir a boca e também podem alterar as propriedades acústicas do sinal de fala que é transmitido. Mesmo alguém com audição normal pode ter uma diminuição de 30% na audibilidade”, explica a fonoaudióloga que também é audiologista.
A pandemia também recomenda, como medida de segurança, distância mínima de um metro e meio entre duas pessoas, o que significa aproximadamente o dobro da característica de distância de muitas conversas normais. “Com isso, o sinal de fala já atenuado será reduzido ainda mais, tornando uma conversa já difícil ainda mais desafiadora”, pontua.
Diante deste cenário, Vanessa Moraes dá dicas importantes para enfrentar este momento e garantir uma boa comunicação. A primeira delas é se posicionar sempre de frente para a pessoa com quem está falando. “Também é importante que você se comunique em local claro, para que seu rosto esteja iluminado, o que ajuda muito no contato visual”.
A especialista também orienta o uso de técnicas que auxiliem a clareza da comunicação, como falar de forma lenta e clara, usar gestos e frases curtas, fazer uma pausa ocasional, porém sem gritar ou articular demais.
“Nunca tenha uma conversa importante enquanto caminha lado a lado e reformule suas perguntas ao invés de repetir as mesmas palavras”, pontua Vanessa Moraes, orientando ainda para procurar minimizar os ruídos do ambiente.
Outra estratégia é escrever palavras chaves para facilitar o entendimento e sentar-se o mais próximo possível, porém, respeitando a distância segura. “Se possível, considere um modelo de protetor facial transparente para maximizar os sinais faciais”, acrescenta a especialista em aparelhos auditivos.
Sandra Carvalho/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos