DIRETO DA VENEZUELA

DIRETO DA VENEZUELA
Tweets por ‎@infoenlaceweb INSTAGRAM @INFOENLACEWEB

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 27 de abril de 2021

Vítima de ataques racistas, secretária faz desabafo emocionado em sessão na Câmara de Vereadores

“Não é a cor da minha pele que me define. Tenho uma história de vida muito maior que isso. Me desculpem, mas eu tinha que fazer isso porque está sendo um momento extremamente dolorido”. O desabafo, emocionado foi feito pela secretária municipal de Saúde Ozenira Félix minutos antes de iniciar a prestação de esclarecimentos à Câmara Municipal de Cuiabá sobre a gestão de medicamentos na manhã desta terça-feira (26). Ozenira é gestora pública concursada e ocupa desde outubro de 2020 a gestão da pasta da Saúde.
A secretária Ozenira, sem entrar em detalhes, relatou que ela e seus filhos, passaram a sofrer de forma sistemática ataques raciais. Ela deixou claro que as ofensas não partiram dos parlamentares.
“Quero pedir desculpas por isso. Não consigo esconder tamanha tristeza que estou sentindo. Sou uma profissional com vasta experiência no poder público além de ser servidora efetiva da Saúde Estadual, não posso aceitar isso e comprometer todo o meu trabalho e ainda afetar a minha família”, desabafou.
“Sei que a minha presença aqui é para outra situação, mas não podia perder a oportunidade de aproveitar esse espaço como Casa do Povo para desabar, não estou falando como secretária, mas como ser humano que está se sentindo ofendida. O que mais me dói são os anos de trabalho comprometidos pela cor da minha pele”.
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, lamentou que o preconceito racial ainda seja utilizado como uma ferramenta para causar dor e depreciar o trabalho de um profissional. “Uma gestão que se pauta pelo respeito, pela capacidade técnica, rechaça esse absurdo. É aviltante que em 2021 tenhamos ainda que nos deparar com esse tipo de situação”.
O presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Edvande França, lamentou que situações como essa ainda ocorram. “É inadmissível, já estamos em pleno século XXI e ainda nos deparamos com uma situação dessa. Isso não tem justificativa. Ela está onde está por mérito dela, e isso merece respeito”, declarou o presidente.
A secretária fez questão de deixar claro que os ataques não foram feitos pelos vereadores, mas sim para essas pessoas que usaram a minha rede para fazer comentários maldosos. “Não é a minha cor que me define, mas sim todo o meu trabalho dispensado para o bem da população”, concluiu.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos