Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Deputados prestam homenagem ao humorista Paulo Gustavo

Arthur Lira foi às redes sociais assim que soube da notícia, que dominou a fase de breves comunicações do Plenário nesta quarta-feira. Deputados lamentaram a morte do humorista Paulo Gustavo, que faleceu ontem, aos 42 anos, em decorrência da Covid-19. Ele passou quase dois meses internado por conta da doença, mas não resistiu às complicações.
Nas redes sociais, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), prestou as homenagens em nome da Casa assim que foi divulgada a notícia da morte de Paulo Gustavo. “Em nome da Câmara, manifesto a minha solidariedade e a de todos deputados aos familiares e amigos do ator Paulo Gustavo. Sua obra e seu talento conquistaram a alegria e a admiração de todos e sua partida, tão cedo, deixa enorme tristeza, vazio e dor no coração dos brasileiros”, disse Lira.
O fato dominou a fase de breves comunicações do Plenário da Câmara e os deputados fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao ator, antes do início da ordem do dia.
O deputado Leo de Brito (PT-AC) lamentou a perda. “De todas as mais de 410 mil mortes que nós tivemos no País, talvez esta tenha sido a que gerou a maior comoção no nosso País”, afirmou. Para ele, é importante que a morte do artista não tenha sido em vão.
O deputado Rafafá (PSDB-PB) mandou condolências à família de Paulo Gustavo e de todos os familiares de vítimas da Covid-19. “Eu defendo que haja mais vacina no nosso País para que as pessoas não morram mais”, disse.
A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) disse que a morte de Paulo Gustavo lhe trouxe tristeza e indignação. “Não só com o número crescente de vítimas pela pandemia, mas pela total incompetência de lidar com a pandemia por parte deste governo”, lamentou. Ela afirmou que a pandemia tirou, junto com a morte do humorista, sentimentos que são do povo brasileiro. “A vontade de viver, a vontade de sorrir, a vontade de amar”, lamentou.
O deputado General Girão (PSL-RN) afirmou que não é possível atribuir as perdas ao presidente da República. Ele afirma que há má-gestão dos governadores. “É lamentável ouvir repetidos discursos de pessoas que querem atribuir as perdas humanas, que lamentamos muito, ao Presidente da República”, disse.
A deputada Maria do Rosário (PT-RS) lembrou que Paulo Gustavo se foi um ano após a morte de outro grande artista brasileiro pela Covid-19, Aldir Blanc. “Choramos porque a alegria se vai, quando se vai Paulo Gustavo; choramos por Aldir Blanc, mas sofremos e choramos por cada brasileiro e brasileira”, disse. Ela destacou ainda a questão social dos órfãos da pandemia. “Quem responderá aos filhos e filhas do Brasil?”, questionou.
O deputado Rogério Correia (PT-MG) e as deputadas Benedita da Silva (PT-RJ) e Alice Portugal (PCdoB-BA) também se uniram às homenagens ao ator.
Reportagem - Carol Siqueira
Edição - Geórgia Moraes
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos