PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 24 de maio de 2021

SEGURANÇA: Claudinei realiza tratativas para a instalação do 1° Pelotão do CBM na cadeia pública desativada de Poconé

O deputado estadual visitou a cadeia pública inoperante no município e se reuniu com o comandante-geral do CBMMT.
Após cumprir agenda no município de Poconé, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou indicação de n.º 3.328/2021, nesta quarta-feira (19), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, para viabilizar a cessão de uso do antigo prédio da cadeia pública que está desativado para o 1° Pelotão Independente do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT). Atualmente, a unidade militar ocupa um imóvel locado pela prefeitura municipal por meio de Termo de Cooperação junto à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp).
No mesmo dia, o parlamentar recebeu o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBM-MT), coronel Alessandro Borges, para tratar sobre o assunto, na Casa de Leis. Também, estiveram presentes diretor operacional do comando-geral, coronel Agnaldo Pereira e o assessor parlamentar e bombeiro militar, coronel Aluíso Metelo Jr. “Já estamos dando celeridade neste assunto, já que o prédio é amplo e vai colaborar com os trabalhos dos bombeiros militares, ainda mais que ocorrem as queimadas na região do Pantanal que necessita de reforço de pessoal e apoio de voluntários. Sabemos que o Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) também luta para solucionar essa situação”, comenta Claudinei.
Prédio
Fundada em 1980, a cadeia pública foi desativada há quase um ano, com aproximadamente 800 m² de área construída, sendo que foi depredada em algumas áreas e necessita de uma reforma para a devida ocupação. De acordo com Alessandro, essa reivindicação vai ser avaliada junto com o diretor operacional do CBMMT. “Na verdade, nosso trabalho em termos de Estado, os projetos estão bem enxutos, porque queremos prédios com baixo custo de manutenção e que não tenham um custo muito alto para construção. A área não pode ser pequena e tão grande, conforme as nossas pretensões”, explica o comandante-geral.
Ele reforça que a solicitação não está descartada e será feita uma análise para verificar o custo e benefício. “Não estamos descartando. Agradeço essa iniciativa do deputado, é importante mesmo ter estes encaminhamentos e interesse do parlamento em auxiliar o Poder Executivo e o Corpo de Bombeiros”, menciona Borges.
Visita
O deputado esteve na Cadeia Pública desativada, na terça-feira (18), acompanhado do 2° tenente Thiago Soares, comandante do 1° Pelotão Independente do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBM), e o presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do município, Luiz Eduardo Costa Campo.
“O presidente do Conseg e os demais integrantes, sociedade civil organizada, Poder Judiciário, ajudaram na manutenção deste prédio, infelizmente, uma decisão do governo estadual e Sesp que trouxe grandes transtornos para as policiais civis e militares que tem que se deslocar para Várzea Grande e Cuiabá para levar os presos, sendo que o governador poderia ter nomeando os aprovados do concurso público do Sistema Penitenciário. Mas, já foi tomada a decisão, mas não podemos deixar parado este prédio”, comenta Claudinei.
Cadeia
No período de funcionamento, a capacidade do presídio era de 28 presos. Segundo Luiz Eduardo, já chegaram a ter 70 a 100 recuperandos alojados no local. Ele lembra que o Conseg de Poconé chegou a arrumar a fiação elétrica com um custo de cerca de R$ 6 mil reais e aplicou um investimento de R$ 80 mil para melhorias da unidade.
O presidente da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança de Mato Grosso (Feconseg), Danillo Moraes, explica que teve uma reunião virtual com o desembargador Marcos Machado para abordar sobre este prédio. “Ele falou para fazer o projeto e encaminhar para ele. Principalmente, por ser uma região do Pantanal, um grande quartel, vai poder ter um espaço para alojamento para recepcionar os voluntários, receber os animais, no período das queimadas”, salienta.
O deputado Claudinei vai aguardar um posicionamento final do comandante-geral do CBMMT, em caso positivo, se comprometeu em buscar recursos com a bancada federal de Mato Grosso para contribuir com as devidas adequações no antigo prédio da Cadeia Pública de Poconé para ser ocupado pelos bombeiros militares.
LEGENDA F1: Comandante-geral do CBMMT vai analisar a reivindicação feita pelo parlamentar
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos