Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

sexta-feira, 16 de julho de 2021

A importância da cobertura vacinal

Hoje mais do que nunca, entendemos o quanto é importante a imunização da população para o controle de doenças transmissíveis, que são preveníveis. Vale ressaltar que o Brasil possui um programa de imunização exemplar e que realiza um controle importante de cobertura vacinal, que é determinada pelo número de doses aplicadas de uma vacina e o número de pessoas que se estima vacinar.
Muito se fala sobre a cobertura vacinal que vem em queda desde o ano de 2019 e teve uma piora considerável no inicio do ano passado. Há inúmeros fatores que podem ser considerados responsáveis por essa queda, dentre eles, podemos citar o início da pandemia da Covid-19 e o medo das pessoas de ir até o serviço de saúde, além do excesso de informações incorretas que circulam por redes sociais e meios de comunicação (as famosas fake news), bem como o movimento antivacina, que costuma questionar a segurança dos imunizantes e o próprio sucesso do programa de vacinação do Brasil. Programa esse responsável pela erradicação de algumas doenças tempos atrás.
Os números mostram que menos de 40% da população mato-grossense procurou os postos de saúde para se imunizar contra o vírus da gripe. Em se falando de outras vacinas, o percentual de busca está em cerca de 47% apenas. É alarmante pensar que menos de 50% do esperado da população, que deveria estar imunizada, está aderindo às campanhas.
O público prioritário da campanha é bastante especifico, mas devido à baixa procura, em Cuiabá, a prefeitura ampliou a cobertura para a população acima de seis meses de idade, depois da orientação do Ministério da Saúde, para que todas as doses disponíveis sejam aplicadas.
É importante informar que, quem quiser tomar a vacina contra a Influenza deve aguardar 15 dias caso tenha tomado a vacina contra a Covid-19, e vice-versa.
Vacinação hoje é a melhor forma de promover a saúde por meio da prevenção.
Drª Rosane Orth é Diretora da Rede Saúde Livre Vacina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos