Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

terça-feira, 13 de julho de 2021

Crea-MT homenageia engenheiros sanitaristas do Sistema Confea/Crea

13 de julho é o dia dedicado ao Engenheiro Sanitarista, profissional essencial para o avanço de atividades voltadas ao saneamento básico, como abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos e drenagem e manejo de águas pluviais, bem como pelo uso sustentável destes recursos.
O engenheiro sanitarista também tem um papel importante para área social, de saúde e ecológica, pois além de privilegiar o bem-estar social, também atua na prevenção de doenças e salubridade ambiental, sempre com o foco na preservação e diminuição dos danos ambientais, com objetivo de promover um desenvolvimento sustentável.
Para homenagear todos os profissionais do Sistema Confea/Crea do estado, o Regional Mato-grossense entrevistou o diretor administrativo do Crea-MT, conselheiro engenheiro sanitarista, Valmi Simão de Lima. Membro da Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais de Mato Grosso (Aesa-MT), o engenheiro sanitarista atua como servidor público de carreira da Secretaria de Estado e Meio Ambiente (Sema-MT), na qual é superintendente do órgão. No Sistema Confea/Crea já foi diretor-geral e diretor- administrativo da Mútua/MT. Graduado em Engenharia Sanitária e Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Valmi também é especializado em gestão de recursos naturais pela UFMT.
O profissional se inspirou a graduar em Engenharia Sanitária pela perspectiva de futuro, em defesa do meio ambiente e outras atividades que envolvam a sociedade. “Na área, o engenheiro dessa modalidade além de desenvolver e implantar projetos para construção de sistemas de abastecimento de água, esgoto, drenagem, irrigação pluvial, limpeza urbana e de resíduos, o profissional realiza inspeções e vistorias sanitárias e elabora regulamentos”, explanou Valmi.
Destacando ainda que o engenheiro sanitarista coordena atividades de monitorização e vigilância dos fatores ambientais com incidência na saúde humana. Participa do planejamento, implantação e avaliação de projetos e programas ambientais.
“ O profissional da engenharia sanitária pode atuar, na saúde humana, meio ambiente, projetos de engenharia, abastecimento de agua, esgoto, resíduos, drenagem e outros. Ou seja, esse profissional tem uma grande importância para o desenvolvimento do país”, disse Valmi.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos