PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

CRECI-MT

quinta-feira, 8 de julho de 2021

GESTÃO: “O que o governador de Mato Grosso tem contra Rondonópolis”, rebate Delegado Claudinei

O parlamentar avalia que o governo de Mato Grosso não presta a assistência devida ao terceiro maior município do Estado.
Preocupado com a falta de atenção do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), com Rondonópolis, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) expôs a sua indignação com o Poder Executivo, nesta terça-feira (6), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa. Ele apontou que este município, com cerca de 250 mil habitantes, considerado a segunda maior economia do Estado, aguarda o atendimento de demandas já apresentadas à gestão estadual e não houveram soluções, principalmente na área da saúde pública.
Inicialmente, ele parabenizou a iniciativa da Casa de Leis em parceria com a Prefeitura Municipal que lançaram, na última sexta-feira (2), a Central de Vacinação Altamirando Miranda de Araújo, para imunização da população contra a Covid-19, em horário especial, das 10h às 22 horas. “Quero parabenizar a Assembleia, a nossa Comissão de Saúde, neste sistema conhecido por Corujão, onde a Central está em anexo à Secretaria Municipal de Saúde. Um grande avanço. Só no primeiro dia, foram mais de duas mil pessoas vacinadas, em Rondonópolis. A Assembleia Legislativa e Poder Executivo Municipal estão fazendo a sua parte”, declara Claudinei.
Reivindicações
Durante a explanação, ele disse que, infelizmente, aguarda um posicionamento do governo estadual sobre os atrasos nas cirurgias ortopédicas no Hospital Regional de Rondonópolis. “Na semana passada, já é o segundo requerimento que apresento à gestão de Mato Grosso para entender o motivo dos atrasos nas cirurgias ortopédicas. Seria a falta de próteses? Materiais? Qual é o problema real? Estamos recebendo denúncias no gabinete de familiares dos pacientes”, indaga o parlamentar que espera respostas da Secretaria de Saúde de Mato Grosso (SES).
Ele frisou sobre reunião realizada, em março deste ano, junto ao Mauro Mendes e o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, com a presença de outros parlamentares e representantes da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis para as devidas correções nos valores da Tabela SUS (Sistema Único de Saúde) a serem repassados à instituição filantrópica. “Apresentei um requerimento ao governo estadual sobre a necessidade das correções nos valores defasados dos serviços prestados na Tabela SUS, desatualizado desde 2015, para a Santa Casa. Se não resolver essa situação, essa instituição não vai conseguir manter o equilíbrio financeiro, podendo interferir no atendimento à população”, acrescentou o parlamentar.
Em relação a liberação do pagamento das emendas parlamentares que Claudinei destinou para Rondonópolis e outros municípios de Mato Grosso, o deputado comentou que apenas 30% foram pagas pelo governo estadual. “Não sei se o problema é por questões políticas. Ainda aguardo o pagamento das emendas, em sua totalidade, de 2020 serem pagas. Espero que as emendas de 2021, não passemos pela mesma situação, pois tem uma ambulância que estou destinando recursos para a devida aquisição do veículo e atender o município de Rondonópolis”, disse o parlamentar.
Para finalizar, o parlamentar disse que por morar em Rondonópolis, há pessoas que perguntam para ele, o que o governador tem contra Rondonópolis. “É complicado ser questionado com essa pergunta. Hoje, estou falando de saúde, depois vou apresentar outras situações referentes as áreas da segurança, a falta de infraestrutura de estradas da região que já eram para ter sido pavimentadas. Então, deixo essa pergunta para o governador responder à população. Ainda tem gente do meu partido que quer que eu apoie o governador e, até para a reeleição, para o ano que vem. Isso é um absurdo”, conclui o deputado.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos