PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

CRECI-MT

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Heitor Freire quer proibir apreensão de armas de CAC’s

Caçadores, atiradores e colecionadores possuem legislação específica para o porte de armas.
O deputado federal Heitor Freire (PSL/CE) protocolou o projeto de lei 2351/2021 proibindo a apreensão de arma de fogo dos Colecionadores, Atiradores esportivos e Caçadores – CAC’s, em deslocamento ou retorno de treinos, competições, exibições e eventos. Segundo o parlamentar, o decreto presidencial que orienta sobre o porte de armas dos CAC’s não está sendo respeitado por alguns policiais militares no Ceará e outros estados.
“Infelizmente nós temos muitas maçãs podres dentro da Polícia Militar. Hoje no Ceará eles ganham bonificações por cada apreensão e acabam retendo armas de CAC’s de forma indevida. O nosso projeto de lei também vai proibir qualquer tipo de premiação quando a arma apreendida for de um CAC em deslocamento ou retorno de treinos em clubes de tiro ou competições”, esclarece o parlamentar.
Freire argumenta ainda que há um preconceito formado em torno dos atiradores esportivos e dos clubes de tiro: “Criou-se uma falácia de que todo atirador é um bandido. Hoje o acesso às armas de fogo visando a proteção pessoal é mundialmente aceito e normalizado, mas aqui no Brasil o que se vê é uma verdadeira demonização do armamento seguro. Os CAC’s são cidadãos como eu e você, que pagam seus impostos, têm obrigações, direitos e deveres. O tiro esportivo é regulamentado, inclusive olímpico. CAC’s não são bandidos”, finaliza o deputado, que também é um CAC desde 2012.
Além do projeto de lei 2351/2021, Heitor Freire também possui outra proposta (PL 909/2021), dessa vez para permitir porte total de armas para CAC’s.
Sobre os CAC’s
Os CACs são regulamentados, controlados e fiscalizados pelo Exército Brasileiro, responsável por manter o Sistema de Gerenciamento Militar de Armas (SIGMA), que é a estruturação criada de banco de dados das propriedades de armas ali registradas. A legislação em vigor no Brasil permite que o CAC porte uma arma de fogo, escolhida por si dentre aquelas registradas em seu acervo SIGMA, para levá-la a pronto uso quando em trânsito para atividades de treinamento ou competição, assim entendidas como práticas de preparação, adestramento, cursos, campeonatos, provas etc.
Confira a íntegra do projeto de lei 2351/2021: https://bit.ly/3wbN9Of
Acompanhe o mandato de Heitor Freire: www.deputadoheitorfreire.com.br
Imagens: arquivo Heitor Freire
Camila Lima/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos