Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Lipo enzimática: adeus, gordura localizada

Você já investiu na combinação de exercícios físicos e dieta balanceada, mas as famosas gorduras localizadas insistem em permanecer? Inquilinas indesejadas, elas parecem ter endereço fixo no seu corpo – seja na região abdominal, flancos, costas, coxas ou, até mesmo, nos braços e na papada. Contudo, tenho uma boa notícia. Para sua felicidade, um novo tratamento surge para mudar esse cenário. Trata-se da lipo enzimática, também chamada de intradermoterapia. Se a lipoaspiração tradicional remove a gordura do corpo por meio de uma cânula, a lipo enzimática reduz quimicamente o número de células de gordura por meio de microinjeções – parecidas com as injeções de insulina. O tratamento minimamente invasivo é feito com uma combinação de ativos com propriedades e ações lipolíticas que agem diretamente no tecido adiposo ao redor das aplicações.
A aplicação das enzimas é subcutânea e realizada diretamente na região onde há concentração de gordura localizada, o que proporciona sua diminuição e um resultado assertivo. Traduzindo: o tratamento promove a inflamação das células de gordura, que ficam menos estáveis e logo se desintegram, sendo – por fim – expelidas naturalmente pelo corpo. Por isso, é tão importante combinar o tratamento com exercícios físicos e uma boa alimentação.
Importante destacar que a escolha do tratamento é definida após anamnese. Isto é, por meio da clássica conversa entre paciente e profissional que permite a elaboração de um protocolo de tratamento específico e personalizado. Tanto que é essencial um bate-papo franco e detalhado sobre seu histórico médico e quais objetivos pretende alcançar. Afinal, as enzimas são selecionadas de acordo com as características físicas e metabólicas do paciente.
Além de combater a gordura localizada, as enzimas auxiliam no emagrecimento e combate à celulite. Inclusive, a pele fica mais firme porque o rompimento de fibras elásticas é reparado e o sistema metabólico se apresenta mais ativo em virtude da combinação de enzimas. Normalmente, recomenda-se até dez aplicações com intervalo mínimo de sete dias entre sessões.
Diferente da lipoaspiração tradicional em que há necessidade de repouso no pós-operatório, a lipo enzimática não afeta a rotina do paciente. Recomenda-se, entretanto, que a pessoa evite exposição ao sol e o consumo de certos alimentos – como, por exemplo, frutos do mar e carne de porco. A propósito, as enzimas utilizadas no tratamento não oferecem riscos à saúde e nem sobrecarregam os rins. Até porque as moléculas de gordura fracionadas são eliminadas pela urina.
Não custa reforçar que todo resultado pode ser otimizado quando combinado com exercícios físicos e dieta balanceada. Então, nada de abandonar bons hábitos. Afinal, é na combinação de fatores que resultados incríveis acontecem.
Albenita Jalles é esteticista cosmetóloga, especialista em estética avançada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos