PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 27 de julho de 2021

TÓQUIO 2020: Ítalo Ferreira é o primeiro campeão olímpico de surfe da história

Potiguar conquista o primeiro ouro do Brasil em Tóquio na estreia do surfe como esporte olímpico. Gabriel Medina perde disputa pelo bronze. O brasileiro Ítalo Ferreira venceu a final do surfe nos Jogos de Tóquio nesta terça-feira (27/07) e se converteu no primeiro campeão olímpico do esporte da história. Na estreia do surfe como esporte olímpico, Ítalo se saiu melhor na disputa final com o japonês Kanoa Igarashi e conquistou o primeiro ouro do Brasil nos Jogos.Na final disputada na praia de Tsurigasaki, a leste de Tóquio, Ferreira obteve 15,14 pontos, contra 6,60 do competidor japonês.
O brasileiro dominou ondas de mais de 2 metros em meio a rajadas de vento de mais de 30 quilômetros por hora.
O bronze ficou com o australiano Owen Wright, que derrotou o brasileiro Gabriel Medina na disputa pelo terceiro lugar.Natural do Rio Grande do Norte, Ítalo foi o último campeão mundial de surfe, em 2019, tendo vencido a final contra o bicampeão Gabriel Medina e tornando-se o terceiro brasileiro a conquistar o título. Os planos de buscar uma medalha em Tóquio foram postergados em um ano devido à pandemia de covid-19.
"Eu vim com uma frase para o Japão: diz amém que o ouro vem. E veio. Eu acreditei até o final, treinei muito nos últimos meses, e Deus realizou meu sonho. Só tenho agradecer a oportunidade fazer o que eu amo, ajudar as pessoas, a minha família. Isso sou eu, fui para a água, sem pressão fazendo o que eu amo", disse o surfista, citado pelo Globo Esporte.
O surfe como esporte olímpico é uma das grandes novidades dos Jogos de Tóquio. Outro esporte que estreou nos jogos foi o skate, que rendeu uma medalha de prata para a brasileira Rayssa Leal, de apenas 13 anos, conhecida como Fadinha.
lf (Efe, AFP)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos