PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

EDUCAÇÃO: Claudinei sugere Escolas Cívico-Militares em Primavera do Leste e Campo Novo do Parecis

O parlamentar apresentou indicações ao Ministério da Educação (MEC) para contemplar municípios mato-grossenses que já realizaram consulta pública.
Com o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares do Governo Federal que garante a implantação de 216 unidades até 2023, em todo o país, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apontou a necessidade de realizar a implantação das escolas nos municípios de Primavera do Leste e Campo Novo do Parecis. Ele encaminhou as reivindicações por meio das indicações de n.° 1.070/2021 e n.° 1.159/2020 ao Ministério da Educação (MEC) que é responsável pela iniciativa em parceria com o Ministério da Defesa.
O parlamentar é um defensor do ensino militar, em que considera essa linha educacional importante devido pregar a disciplina, respeito ao próximo e amor à pátria. “Avalio que o método pedagógico de ensino militar não só prepara os alunos ao conhecimento, como, também, proporciona a disciplina não só no ambiente escolar, como no dia-a-dia do estudante. Sem contar que melhora bastante o desempenho escolar e promove o patriotismo entre eles”, diz Claudinei.
Critérios
Tanto o Distrito Federal como os Estados brasileiros poderão ser beneficiados com o Programa, desde que as escolas interessadas obedeçam aos critérios determinados. Um deles é comprovar que a unidade escolar se encontra em situação de vulnerabilidade social e baixo desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e ofereça os ensinos fundamental e médio com 500 a mil alunos nos dois turnos. Outras exigências são a obtenção de aprovação da comunidade escolar para a implantação do modelo por meio de consulta pública e os representantes das escolas deverão manifestar interesse junto à Secretaria de Educação que será responsável pela condução no processo de escolha.
Uma das características da proposta do MEC é que será aplicado o conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares, cujo objetivo é melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas.
Municípios
No dia 16 março de 2020, foi realizada a consulta pública em Campo Novo do Parecis que contou com a presença do deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL) e de Claudinei, como integrantes da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Casa de Leis, representantes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, profissionais da educação do município, entre outras autoridades.
“A gente vê que tem dado resultados essas escolas militares. Os alunos tiram boas notas, valorizam o seu país, demonstram o patriotismo, respeito às pessoas como os pais e professores. Eu já participei da primeira formatura de alunos na Escola Militar Tiradentes de Rondonópolis, percebemos que vale a pena. Campo Novo do Parecis só tem a ganhar com essa metodologia de ensino, como outros municípios também”, posiciona Claudinei.
Em relação a Primavera do Leste, no final de 2017, a gestão estadual do ex-governador Pedro Taques, havia anunciado a construção de uma escola modelo de gestão militar no município, onde não foram concluídas as obras. Tanto que o prefeito municipal, Leonardo Bortolin (MDB), chegou a apresentar o projeto da Escola Cívico-Militar ao MEC, em fevereiro de 2020, e a Câmara Municipal promoveu audiência pública, em dezembro do mesmo ano, para tratar sobre a viabilidade da implantação da unidade militar na cidade.
Decreto – O Decreto de nº 9.665 de 2 de janeiro de 2020 prevê o modelo cívico-militar em escolas de todo o país. Essa lei, assinada pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), permite que escolas estaduais e municipais possam aplicar modelos de educação já seguidos em colégios militares do Exército, das polícias e Corpo de Bombeiros Militares.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos