PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 3 de agosto de 2021

QUEIMADAS: Claudinei destaca atuação de índios brigadistas em incêndio na aldeia Tadarimana

O deputado destinou emenda parlamentar para aquisição de equipamentos de proteção individual aos indígenas brigadistas.
O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) considerou relevante a atuação de indígenas brigadistas, no último sábado (31), em combate a incêndios florestais ocorridos na aldeia Tadarimana, em Rondonópolis. Tanto que destacou a ação que permitiu que os índios Bororo mantivessem o controle das queimadas até à chegada da corporação do 2° Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) do município.
Com o projeto idealizado e executado pela instituição, por meio de curso de capacitação para formação de brigada, com duração de 40 horas aos indígenas, foi possível o êxito no combate ao fogo e, consequentemente, evitou maiores danos ambientais. “Com essa iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar de Rondonópolis, foi possível apagar rápido esse incêndio para que não ocorresse em maiores proporções com o apoio dos índios brigadistas. É um projeto que pode ser aplicado em outros municípios. Os índios passam a ser importantes facilitadores no combate a incêndios florestais”, frisa Claudinei.
Reuniões
O parlamentar diz que já participou de três reuniões com os integrantes do Comitê de Gestão do Fogo para debater as necessidades e as ações preventivas de combate as queimadas na reserva indígena. “A primeira (reunião), nos foi apresentado esse projeto piloto que prevê a capacitação e contratação de indígenas para atuarem como brigadistas, no período de queimadas. Envolvem várias parcerias, como a Defesa Civil, a Gestão de Controle a Incêndios, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, entre outros. Eu entrei nessa parceria com uma emenda para adquirir os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os índios atenderem ocorrências na aldeia”, explica.
A emenda parlamentar proposta por Claudinei é no valor de R$ 132 mil que beneficiará a instituição com a aquisição de equipamentos de prevenção, proteção, segurança, socorro e sobrevivência para realizar o apoio às atividades de combate a incêndios pelos indígenas. “Essa emenda é desse ano, agora é só aguardarmos o governo de Mato Grosso fazer a devida liberação e, assim, contribuirmos com esse trabalho, principalmente, nesse período de seca que ocorrem as queimadas. Infelizmente, ano passado, essa região foi bastante impactada”, comenta.
Prefeitura
O projeto do CBMMT chegou a ser encaminhado para a Prefeitura de Rondonópolis avaliar a possibilidade de firmar parceria, principalmente para a remuneração dos índios brigadistas, com atuação no período de julho a setembro de 2021, na fase de prevenção e prestação de atendimento na fase inicial dos incêndios florestais até a chegada da guarnição, cujo deslocamento chega a ser de aproximadamente 50 minutos até à aldeia.
“Infelizmente, o prefeito não quis participar dessa parceria e integração, não ia trazer tanto encargo financeiro para o município, pagando um salário mínimo aos índios por mês que compõe a equipe, mas infelizmente não quis. Mas não podemos desistir e continuaremos buscando alternativas. Parabenizo o Corpo de Bombeiros Militar e os índios brigadistas, mesmo não tendo esse aporte financeiro até o momento, estão empenhados e motivados para continuar os trabalhos”, salienta Claudinei.
Expectativas - Os resultados esperados com a implantação do projeto pela instituição envolvem a diminuição expressiva do número de focos de queimadas na reserva indígena, redução das emissões de poluentes para manter a qualidade do ar, a saúde dos índios sob controle e a preservação do meio ambiente.
Localização – A reserva indígena Tadarimana fica a uma distância de 40 km de Rondonópolis, sendo que possui cerca de 800 indígenas divididos em seis aldeias, com área de aproximadamente 10 mil hectares.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos