PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Tempo quente e seco: a saúde dos animais precisa de atenção

As altas temperaturas registradas em Cuiabá e Região e o longo período de estiagem forçam a mudança de hábitos de muitas pessoas, a exemplo de evitar a exposição ao sol no meio da manhã e tarde e aumentar a hidratação. Mas sabia que é preciso se atentar também à saúde dos cães e gatos? Sim, é isso mesmo. Este período seco e mais quente afeta também a saúde dos animais.
Um dos cuidados primordiais é intensificar a hidratação e, neste quesito, o ideal é que a água disponibilizada esteja fresca. Já fui questionado se a água precisa estar gelada, mas não, realizar a troca da água algumas vezes durante o dia já é suficiente. Em caso de hidratação ineficiente, o animal poderá apresentar tosse seca, uma patologia que fica mais intensa neste período e pode acentuar devido ao tempo seco. Outro quesito que precisa de atenção é quanto ao horário de levar o animal ao passeio diário. Como o calor está muito intenso, o solo armazena a alta temperatura e, se a caminhada for em horários impróprios, as patas dos pets poderão sofrer queimaduras.
Outro alerta que faço é quanto às atividades físicas realizadas junto com animais. Antes de percorrer longas distâncias, principalmente com os cães, é necessário passar por uma avaliação profissional para verificar se a estrutura óssea do animal suporta tal atividade. Em caso de forçar a ação, o animal poderá sofrer lesão e até ficar impossibilitado de andar.
Os proprietários de cães e gatos também devem priorizar a alimentação própria dos animais, que é a ração. Alimentos inadequados oferecem maior predisposição do animal a ter problemas bucais, entre eles, o tártaro.
A pele dos pets também merecem atenção. É recomendado que o animal, independente da quantidade de pelos, não fique por muito tempo molhado. Os pelos úmidos por muito tempo proporcionam o aumento de problemas de pele no animal.
Anderson Nogueira é médico veterinário há mais de 10 anos e atende na Clínica Veterinária Mato Grosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos