PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Caged: IPF-MT avalia redução de desemprego no país

Analisando os últimos
dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged/IBGE) do mês de agosto, que apresentou pelo oitavo mês consecutivo um saldo positivo no número de empregos com carteira assinada, o Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio em Mato Grosso (IPF-MT), aponta para uma redução do desemprego em todo país e uma expectativa de serem gerados, até o fim do ano, quase 3 milhões de novos postos de trabalho.
Somente em Mato Grosso, de janeiro a agosto de 2021, o estado acumulou um saldo de 66,8 mil novas postos de trabalho, colocando Mato Grosso em 2º lugar no Centro-Oeste e 9º dentre os estados brasileiros. No país, os estados do Sul e Sudeste lideram os números de contratações, com São Paulo ocupando o primeiro lugar (704,2 mil), Minas Gerais em segundo (261,6 mil) e Santa Catarina em terceiro (158,9 mil). Até o momento, foram gerados 2,2 milhões novos empregos.
De acordo com diretor de Pesquisas do IPF-MT, o emprego em alta ajuda a explicar outros indicadores positivos para a economia. “O aumento nas vendas do varejo, por exemplo, é um outro indicador importante. No entanto, esperamos que a inflação, cujos efeitos não eram grandes em julho (quando o levantamento foi realizado), não iniba a continuidade da recuperação da economia”, explicou o diretor de Pesquisas do IPF-MT, Maurício Munhoz.
O levantamento do Caged no estado mostra que foram 41,1 mil admissões contra 35,1 mil desligamentos no período, registrando um saldo de pouco mais de seis mil novas vagas de trabalho. O setor de serviços registrou o maior saldo (3,12 mil), seguidos da construção (1,15 mil), indústria geral (1,11 mil) e comércio (864). A agropecuária foi o único a apresentar saldo negativo no mês (-230).
Assessoria/Caminhopolitico
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos