PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Em reunião com Bolsonaro, Medeiros critica STF e defende autonomia dos povos indígenas

O deputado federal José Medeiros (Podemos) voltou a defender a autonomia produtiva e econômica dos povos indígenas nesta quarta-feira (6) durante café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Palácio do Planalto, em Brasília. O parlamentar, que é vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, disse que o incentivo à produção em aldeias indígenas vem mudando a realidade de Mato Grosso e que o acesso ao crédito financeiro vai ampliar a produção em diferentes etnias.
“Tenho visitado várias aldeias e notado a dignidade entrando na vida dessas pessoas. Muitos indígenas estão saindo da pobreza com a produção de grãos em larga escala. Isso é mérito de um governo que se preocupa de verdade com os povos indígenas. Não é só discurso como acontecia no governo do PT. O programa de incentivo à produção realizado pela Fundação Nacional do Índio (Funai), que investiu nos últimos dois anos cerca de R$ 30 milhões, é um sucesso. A Funai vem entregando tratores para apoio às atividades produtivas em diversas aldeias no país, inclusive em Mato Grosso. Esse maquinário contribui para ampliar a produção e ajuda na segurança alimentar da aldeia”, cita Medeiros, durante encontro com o presidente. O deputado também citou o exemplo dos índios Paresi, de Campo Novo do Parecis (MT), que são exemplo de produção para todo o país.
Além das pautas de interesse do setor produtivo, Medeiros voltou a criticar a postura de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que insistem, segundo o parlamentar, em prejudicar a gestão Bolsonaro. “É um desserviço a sanha de alguns ministros do STF em seguir alfinetando o Palácio do Planalto. Isso vai até quando? O presidente precisa ter paz para governar”, afirma o líder do governo.
No encontro que reuniu ministros, senadores e deputados federais, Bolsonaro discutiu pautas de interesse do setor agrícola, entre elas o Projeto de Lei do Marco Temporal, regularização fundiária, licenciamento ambiental e pesticidas. Além disso, o presidente citou a importância de se manter nos três Poderes pessoas alinhadas com o setor agropecuário, a fim de fazer avançar pautas de interesse do segmento. Ele destacou a necessidade de ter aliados do setor produtivo brasileiro também no Supremo Tribunal Federal (STF).
Participaram da reunião quatro ministros: Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).
UF do Norte
Durante a reunião, o presidente garantiu para Medeiros e outros parlamentares de Mato Grosso a criação da Universidade Federal do Norte de Mato Grosso no município de Sinop. “Eu e outros deputados e senadores de Mato Grosso estamos brigando pela implantação da Universidade Federal do Norte. Já conversei com o presidente Bolsonaro por diversas vezes, inclusive sobre a Universidade Federal do Araguaia também. Ainda este ano, devemos tirar do papel esse sonho de todos os mato-grossenses”, comemora José Medeiros.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos