PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Na reta final da preparação para o Enem, pedagoga dá dicas para turbinar os estudos

Otimização do tempo e foco na saúde mental são primordiais, diz especialista. A pouco mais de um mês para a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previstas para acontecer nos dias 21 e 28 de novembro, otimizar o tempo de estudo e privilegiar a saúde mental podem ser determinantes para o desempenho dos estudantes. A professora do curso de Pedagogia da Estácio, a pedagoga e psicóloga Maisa Colombo lembra que a preparação emocional é tão importante quanto a preocupação com o conteúdo.
“A inteligência emocional é muito importante para uma prova. Por isso, precisa ser priorizada. O estudante precisa cuidar da saúde emocional porque vai possibilitar que ele aprenda muito mais rápido”, afirma a especialista.
O primeiro passo, segundo a especialista, é o autoconhecimento. “Identificar as emoções, como se sente, o que pensa desse sentimento e quais são os padrões mentais ajuda muito. Quando a gente identifica o nosso padrão mental, podemos nos autogerenciar. A partir disso, podemos escolher outro comportamento”, explica.
Um exemplo prático é trocar o método de estudo, por exemplo, caso perceba que não está rendendo ou com dificuldades de aprendizado. “Se você está fazendo um simulado e percebe muitos erros, dê um tempo para seu cérebro. Deixe a frustração de lado e troque esse comportamento por outro. Mude seu método de estudo, comece de outra forma. Esse é o autogerenciamento”, lembra a professora.
Para quem está perdido na preparação com a proximidade da prova, Maísa Colombo indica que identifique, primeiro, quantos dias por semana tem para estudar e quantas horas por dia. A partir daí, a sugestão é montar um cronograma, dividindo quais matérias serão estudadas no dia.
“Com o cronograma pronto, o estudante deve buscar quais materiais vai usar: apostilas, vídeos da internet… vale, inclusive, pegar material emprestado. A orientação sempre é: faça muitos exercícios. Errou? Pare, entenda onde você errou e porque errou”, sugere a especialista.
A última dica é para a temida redação. “Escreva, pelo menos, uma redação por semana. Continue lendo jornais. O Enem sempre traz temas atualizados e a leitura oferece argumentos para fazer a prova. Por fim, revise. A revisão evita erros de português”, finaliza Maísa.
Patrícia Belarmino/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos