PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 9 de novembro de 2021

Câmara convoca presidente do Inep para explicar debandada

Dupas Ribeiro terá de
esclarecer razões pelas quais ao menos 35 servidores pediram exoneração a pouco dias do Enem. Demissionários acusam "fragilidade técnica e administrativa" e dizem que realização da prova é inviável. Danilo Dupas Ribeiro, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), foi convocado nesta segunda-feira (08/11) a comparecer à Câmara dos Deputados para explicar a debandada de servidores do órgão responsável pela realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a poucos dias da prova.
Até o momento, ao menos 33 servidores públicos – dos quais, 29 estariam diretamente ligados ao Enem – pediram desligamento de cargos associados à organização do exame, marcado para ocorrer em 13 dias.
Eles se somam a outros dois que já haviam pedido exoneração. Os servidores alegam que o motivo seria a "fragilidade técnica e administrativa da gestão máxima" do instituto, além de relatarem episódios de assédio moral que teriam ocorrido em uma assembleia da entidade na semana passada.
A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados marcou para a próxima quarta-feira o depoimento de Dupas Ribeiro.
Sua convocação surgiu após um acordo entre os membros da comissão e o governo Jair Bolsonaro, para poupar o ministro da Educação, o pastor Milton Ribeiro, de ter de comparecer pela quarta vez para dar explicações aos parlamentares, segundo apurou o jornal Folha de S. Paulo.
Enem confirmado, apesar das baixas
A Frente Parlamentar Mista da Educação defendia a convocação de Milton Ribeiro, o quarto ministro da Educação de Bolsonaro, mas isso se tornou inviável após o fechamento do acordo.
Dupas Ribeiro é também o quarto presidente do Inep no atual governo. Ele foi colocado no cargo pelo próprio ministro, o que explicaria sua manutenção à frente do órgão, mesmo com o surgimento de várias denúncias de servidores contra sua gestão.
Apesar de alertas da Associação de Servidores do Inep (Assinep) quanto à inviabilidade da realização do exame após as baixas, o órgão afirmou em postagem no Twitter que o ministro da Educação não se pronunciou sobre o caso. Ele se limitou a compartilhar a nota do Inep em seu perfil na mesma rede social.
rc (ots)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos