PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 8 de novembro de 2021

Comissão aprova elaboração de estatísticas sobre violência contra pessoas com deficiência

Relatora acredita que
medida poderá orientar políticas públicas de proteção dessa população. A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou proposta que obriga o poder público a elaborar estatísticas sobre violência contra pessoas com deficiência. O texto aprovado (Projeto de Lei 496/20) é do deputado Geninho Zuliani (DEM-SP) e altera o Estatuto da Pessoa com Deficiência. A relatora, deputada Mara Rocha (PSDB-AC), apresentou parecer favorável. “A existência de estatísticas elaboradas regularmente e confiáveis é um instrumento de absoluta necessidade para orientar as políticas públicas de proteção à pessoa com deficiência e de segurança pública”, disse.
Mudanças
A proposta foi aprovada na forma de um substitutivo apresentado pela relatora. O novo texto excluiu da proposta original a exigência de elaboração anual das estatísticas. Rocha explicou que o Supremo Tribunal Federal (STF) considera inconstitucional o estabelecimento de prazos para o Poder Executivo.
Ela manteve a exigência de que as estatísticas produzidas sejam incorporadas ao Sistema de Informação para Infância e Adolescência (Sipia) e ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Essa regra foi incluída pela Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, que aprovou o projeto em julho.
O Sipia registra informações sobre o cumprimento dos direitos das crianças e adolescente. O Sinan fornece informações sobre os casos de doenças com notificação compulsória, como dengue e hepatites virais.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
Assessoria/Caminho Político
Reportagem – Janary Júnior
Edição – Roberto Seabra
Foto: Najara Araujo
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos