Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

SAÚDE: Ozonioterapia: método ganha espaço na área da estética em Mato Grosso

Tratamentos estéticos faciais e corporais contam diversos benefícios da ozonioterapia. Quando se fala em ozônio, a primeira coisa que costuma vir à mente é o gás responsável pela camada protetora da Terra que age como um filtro da energia ultravioleta (UV), certo? Contudo, com o avanço da ciência, outro tipo de ozônio foi descoberto e segue ganhando espaço por seus benefícios em diversas áreas. Trata-se do ozônio medicinal, cuja aplicação terapêutica – a ozonioterapia – conquista cada vez mais adeptos na estética, inclusive em Mato Grosso.
Conforme explica a esteticista cosmetóloga Albenita Jalles, especialista em estética avançada, antes de tudo, é preciso entender no que consiste a ozonioterapia. “O método utiliza uma combinação personalizada de gás ozônio com oxigênio medicinal, em proporção de acordo com a finalidade, que pode ser aplicada por diversas vias: intravenosa, intramuscular, subcutânea ou tópica. Atualmente, é muito procurado para tratamentos estéticos faciais e corporais no Estado”.
Albenita complementa que a ozonioterapia na estética traz uma infinidade de benefícios. “Há uma grande variedade de indicações. Afinal, a ozonioterapia contribui com a melhora da circulação sanguínea e linfática; quebra das células de gordura; liberação de fatores de crescimento que promovem a regeneração dos tecidos; estímulo à produção de enzimas antioxidantes; controle dos processos inflamatórios; e vasodilatação pela liberação de óxido nítrico”.
Um exemplo de utilização da ozonioterapia é no combate à gordura localizada. “O ozônio tem a capacidade de oxidar os lipídios, o que inclui aqueles que compõem a membrana que reveste as células de gordura (adipócitos). Sendo assim, a ozonioterapia pode ser aplicada nas regiões de gordura localizada – como, por exemplo, abdômen, flancos, coxas, nádegas e papada, etc. Isto resulta na quebra dos adipócitos, o que facilita sua posterior eliminação pelo corpo. O importante é procurar um profissional capacitado, que irá definir a melhor abordagem”.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos