Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

domingo, 2 de janeiro de 2022

Lei assinada por Biden desafia China ao prever convidar Taiwan a exercícios internacionais no Pacífico

EUA continuarão a dar apoio militar a Taiwan, provocando mais tensão com a China.
Sputnik - A Lei de Autorização de Defesa Nacional (NDAA, na sigla em inglês) dos EUA para 2022, assinada na segunda-feira (27), prevê a continuação do apoio militar norte-americano a Taiwan em meio à tensão entre a ilha e Pequim.Em particular, a lei declara o apoio ao "desenvolvimento de forças de defesa capazes, preparadas e modernas necessárias para que Taiwan mantenha uma capacidade de autodefesa suficiente, assim como a necessidade de "aprofundar a interoperabilidade com Taiwan em capacidades defensivas, incluindo a conscientização do domínio marítimo e aéreo e os sistemas integrados de defesa antiaérea e antimísseis".
Além do mais, a lei prevê um "convite estendido a Taiwan no exercício Rim of the Pacific" (Rimpac) em 2022.
A legislação foi acolhida com beneplácito por Taipé, indica South China Morning Post. Neste sentido, Wang Ting Yu, membro do Comitê de Defesa e Assuntos Exteriores do Parlamento taiwanês, afirmou que "deveria haver mais intercâmbios militares de alto nível" com os EUA e opinou que a lei mostra a intenção de Washington de dissuadir qualquer possível ataque de Pequim contra Taiwan. Por sua parte, o Ministério de Defesa da ilha informou aos parlamentares no domingo (26) que elaborará planos para facilitar o intercâmbio de militares de alto nível com o Exército norte-americano.
Embora as cláusulas da NDAA expressem a opinião do Congresso e o Executivo não seja obrigado a cumpri-las rigorosamente, especialistas, tanto taiwaneses como da China continental, consideram que geram um aumento das tensões.
O pesquisador principal do grupo de especialistas taiwanês Fundação de Pesquisa de Política Nacional, Chieh Chung, ressalta que "não só as disposições na NDAA em relação a Taiwan não são vinculativas, como o governo Biden também deve ter em conta a reação de Pequim e a política de Uma China".
Por sua parte, o analista militar chinês Song Zhongping disse ao Global Times que a participação de Taipé em exercícios internacionais aumentaria o risco de uma guerra na região que resultaria na derrota completa dos "secessionistas".
Assessoria/Brasil247/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos