Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Ministro destaca papel de senador na produção de vacina nacional

Vacina 100% nacional
iniciou hoje os testes clínicos, em Salvador (BA). O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, reconheceu hoje (13) o papel do senador Wellington Fagundes (PL-MT) e do Congresso Nacional no desenvolvimento da vacina contra a covid-19 com tecnologia 100% brasileira. O reconhecimento foi durante o lançamento, na Bahia, dos testes clínicos do imunizante desenvolvido pelo Senai-Cimatec com tecnologia 100% brasileira.
“O papel do senador e de todo o Congresso foi fundamental para garantir os recursos, recompor o orçamento do Ministério e, dessa forma, possibilitar o desenvolvimento da vacina, disse o ministro.
“O ato que se realiza neste dia, seguramente, traz motivos de sobra para nos orgulhar. Em primeiro lugar, como Nação, porque o que estamos presenciando agora nos recoloca na trilha do protagonismo - a qual o Brasil sempre foi predestinado… protagonista de sua própria história, de sua grandeza territorial e humana” disse o senador mato-grossense.
O senador, que foi relator da Comissão Temporária da Covid-19 no Senado, a vacina 100% nacional é o caminho para o país se transformar em um grande colaborador mundial para o combate da covid-19.
Os testes clínicos lançados hoje foram autorizados pela Vigilância Sanitária e se tornam ainda mais importantes no momento em que o Brasil e o mundo enfrentam uma nova variante do coronavírus – a ômicron – com grande capacidade de transmissão, o que pode levar a um novo colapso do sistema público de saúde.
“Desenvolver uma vacina com tecnologia nacional é estratégico e fundamental para a saúde pública”, avalia o senador. “Por isso, desde o início, insistimos em viabilizar recursos para os estudos que estão sendo feitos no país”, disse.
O ministro Pontes ressaltou que a vacina está sendo desenvolvida por cientistas brasileiros em parceria com cientistas americanos e se trata de um imunizante importante para o desenvolvimento desse tipo de tecnologia, não só para a pandemia de Covid-19, mas também para outras pandemias. “É importante o Brasil dominar essas tecnologias", afirmou Pontes.
A tecnologia possibilitará também novos estudos para produção de vacinas para enfrentamento de doenças como zika, febre amarela e câncer.
Participam desta fase 90 voluntários, com idades entre 18 e 55 anos.
O imunizante integra um plano de desenvolvimento global que está sendo realizado no Brasil, Estados Unidos e Índia, por meio da parceria entre as três instituições: SENAI CIMATEC, HDT Bio Corp e Gennova Biopharmaceuticals (Índia). O estudo de Fase I custará R$ 6 milhões.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico CP Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos