Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Mixto Esporte Clube

Mixto Esporte Clube
Nas origens do Mixto uma mescla de cultura, tradições regionais e esportes praticados por homens e mulheres.

Prefeitura Municipal de Rondonópolis

Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Papa critica casais que optam por ter pets em vez de filhos

Líder da Igreja
Católica incentivou casais que não podem ter filhos biológicos a adotarem crianças. "Ter um filho é sempre um risco, mas há mais risco em não ter filhos", afirmou o pontífice. Numa defesa da adoção de crianças, o papa Francisco disse nesta quarta-feira (05/01) que casais que optam por ter cães e gatos em vez de filhos exibem "um certo egoísmo". Falando sobre a paternidade durante uma audiência geral no Vaticano, Francisco lamentou que os animais de estimação "às vezes tomem o lugar das crianças" na sociedade.
"Muitos casais não têm filhos porque não querem, ou têm apenas um porque não querem mais. Mas eles têm cães e gatos que tomam o lugar das crianças. Pode parecer engraçado, mas é a realidade", comentou o pontífice.
Para ele, essa prática "é uma negação da paternidade e da maternidade, e nos diminui, tira nossa humanidade".
Incentivo à adoção
Francisco também encorajou casais que não podem ter filhos por razões biológicas a considerarem a adoção, pedindo que "não tenham medo" de se tornarem pais: "Ter um filho é sempre um risco, mas há mais risco em não ter filho, em negar a paternidade."
Ele pediu, ainda, a facilitação das regras de adoção, pois "quantas crianças no mundo estão esperando por alguém para cuidar delas''. E sublinhou que a adoção "não é um vínculo secundário" e que esta escolha "está entre as formas mais elevadas de amor e paternidade".
"Não se deve ter medo de escolher o caminho da adoção, de assumir o 'risco' do acolhimento. Espero que as instituições estejam sempre dispostas a ajudar nesse sentido, monitorando seriamente, mas também simplificando o procedimento necessário." Por várias vezes, o pontífice já criticou o "inverno demográfico" e a queda das taxas de natalidade.
Críticas ao papa
A Organização Internacional para a Proteção dos Animais (Oipa) da Itália declarou que é "estranho pensar que o papa considera o amor em nossas vidas limitado quantitativamente", ao mesmo tempo que citou os sacrifícios de voluntários que salvam a vida de animais.
"É evidente que para Francisco a vida animal é menos importante do que a vida humana. Mas aqueles que sentem que a vida é sagrada, amam a vida para além das espécies", disse em comunicado o presidente da Oipa, Massimo Comparotto.
Em 2014, Francisco afirmou ao jornal italiano Il Messaggero que ter animais de estimação em vez de filhos era "outro fenômeno de degradação cultural" e que as relações emocionais com os animais de estimação eram "mais fáceis" do que as relações "complexas" entre pais e filhos.
O papa já foi fotografado acariciando cães, permitiu que um cordeiro fosse colocado sobre seus ombros durante a Epifania em 2014, e até acariciou filhotes de tigre e de pantera. Seu antecessor, Bento 16, era um amante de gatos, porém Francisco não tem um animal de estimação em sua residência no Vaticano.
le (AP, AFP,Lusa,DPA)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos