Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

sábado, 12 de fevereiro de 2022

Bolsonaro garante ajuda a Wellington para enfrentar Mauro Mendes

Emanuel Pinheiro (MDB), prefeito de Cuiabá esteve em Brasília nesta quinta-feira (10) para cumprir agendas da administração municipal e para tratar do processo eleitoral em Mato Grosso. Emanuel se reuniu com o senador Flávio Bolsonaro (PL), em conversa com o senador, Pinheiro conseguiu a garantia de que a família Bolsonaro não deve se envolver com o projeto de reeleição do atual governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, e dá apoio para candidatura do senador Wellington Fagundes (PL) ao governo de MT.Segundo o senador, a rejeição a Mauro Mendes se deve às críticas que governador fez publicamente ao Bolsonaro e a sua gestão, sobre diversos assuntos nos últimos anos. Flávio lembrou inclusive que Mauro foi signatário de algumas cartas com outros governadores, criticando o governo federal.
Diante do aval do senador Bolsonaro, que falou em nome do pai, Emanuel se reuniu com o deputado federal Emanuelzinho que está de saída do PTB, e com o senador Jayme Campos (União Brasil), que tem demonstrado descontentamento com Mauro Mendes. Os três então foram ao encontro de Wellington Fagundes para convencê-lo a declinar do projeto de reeleição ao Senador para enfrentar Mendes nas urnas em outubro.
A princípio, a resposta de Wellington, segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, foi de que o objetivo dele é mesmo a senatoria por mais oito anos. No entanto, diante do respaldo do presidente, que é extremamente popular em Mato Grosso, Wellington afirmou que não podia descartar a proposta e rejeitar.
Ao final da reunião na noite de ontem, ficou acordado que a decisão tem que ser muito bem avaliada, com cautela. Por isso, uma pesquisa qualitativa deverá ser realizada em breve, por um instituto nacional, para diagnosticar o cenário em Mato Grosso e medir a aceitação do nome de Wellington Fagundes ao governo, com a chancela do presidente Bolsonaro.
Assessoria/ RDNEWS/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos