Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

domingo, 20 de fevereiro de 2022

REJEITADO-De fora dos projetos Bolsonaristas em MT, Galli lança campanha de “faz de conta” para governador

Algumas pré-candidaturas para 2022 estão sendo colocadas ao vento para que os pretensos candidatos voltem aos holofotes e sejam chamados para acordos, negociações e reuniões partidárias. Assim acontece com a campanha de “faz de conta” do ex-deputado federal Victório Galli, que no fim de semana passado disse que seria candidato a governador pelo PTB.
Galli, conforme bastidores, fez isso para tentar ser chamado para algum tipo de encontro partidário, seja aqui ou em Brasília. O fato se deu, principalmente, porque Galli não teria gostado de saber que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), disse que em Mato Grosso seu candidato ao governador seria o senador Wellington Fagundes (PL).
Bolsonarista de carteirinha, que inclusive já arrumou confusão por causa do presidente e até fez o presidente participar de culto em sua igreja através de live, Galli está magoado. “Bolsonaro faz tempo que não fala com ele e nem liga pra ele pra mais nada. Inclusive, ele está magoado porque o presidente nem o convidou para migrar para o PL e disse que vai apoiar Wellington para governador”, disse uma fonte.Por conta disso, Galli devolveu na mesma moeda. Já que não foi oficializado que Bolsonaro estaria com Wellington, ele também nem avisou o “capitão” e se lançou candidato ao governo pelo PTB, partido que ele é o atual presidente em MT.
Chateado por ter sido preterido, Galli espera que agora seja lembrado ou avisado sobre as decisões. Além de Galli, o presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, também colocou seu nome para disputa de uma vaga em 2022, mas na vaga a senador. No entanto, Galvan deve recuar e disputar uma vaga como deputado federal. E até isso foi cogitado sem Galli saber, já que Galvan participou de evento político na segunda-feira com apoiadores de Bolsonaro e disse que está disposto a tudo para ajudar o presidente. Inclusive, ser só apoiador e cabo eleitoral.
Redação/Olhar Direto/Caminho Político
Foto: Rogério Florentino
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos