Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 29 de março de 2022

Após desconforto abdominal, Bolsonaro passa noite internado

Presidente foi levado a hospital em Brasília para exames, ficou em observação e deixou o local pela manhã. Ele teria sentido dores abdominais e refluxo. O presidente Jair Bolsonaro passou a noite desta segunda para terça-feira (29/03) no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde foi internado após sentir um desconforto abdominal, segundo informou o ministro das Comunicações, Fabio Faria. O presidente deixou o hospital pela manhã.
Auxiliares de Bolsonaro citados pelo jornal O Globo afirmaram que o mandatário apresentou dores abdominais e refluxo, como já ocorreu em outras ocasiões, e foi levado ao hospital para realização de exames. A equipe médica decidiu, então, que o presidente passaria a noite no hospital, em observação.
Bolsonaro era aguardado nesta segunda num evento de filiação dos ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) e Damares Alves (Mulher, Familia e Direitos Humanos) ao partido Republicanos. O deputado Marcos Pereira, presidente do Republicanos, informou aos participantes que o presidente deixou de comparecer para realizar exames.
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, participou do evento e, ao final, declarou que o marido estava "bem, graças a Deus", segundo a imprensa.
Após passar a noite internado, o presidente deixou o hospital pouco depois das 6h e seguiu para o Palácio do Alvorada. Ele tem uma viagem para Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, marcada para esta terça.
Cirurgias e internações
Desde que sofreu um atentado a faca durante a campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro passou por seis cirurgias, quatro delas ligadas à facada.
Em 6 de setembro de 2018, dia da facada, médicos colocaram uma bolsa de colostomia no então candidato. Dias depois, ele foi submetido a uma cirurgia de emergência para retirada de aderências que estavam obstruindo as paredes do intestino delgado.
Pouco mais de quatro meses depois, em janeiro de 2019, ele foi internado para a retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito do intestino.
Em setembro de 2019, Bolsonaro foi operado para correção de uma hérnia na região do abdome. Esta foi a última cirurgia devido a ferimentos causados pela facada.
Em janeiro e setembro de 2020, ele foi internado e operado, respectivamente, para fazer uma vasectomia e para retirada de cálculo na bexiga.
Em julho de 2021, o presidente ficou quatro dias internado no hospital Vila Nova Star para tratamento de uma obstrução intestinal. Na época, os médicos cogitaram uma nova cirurgia, que foi descartada depois que o intestino do presidente voltou a funcionar normalmente.
No início deste ano, Bolsonaro ficou internado durante três dias no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, devido a uma obstrução intestinal, que também acabou se desfazendo sem a necessidade de cirurgia.
lf (DW, ots)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos