Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

domingo, 6 de março de 2022

Combate a violência de gênero no jornalismo marca Dia Internacional da Mulher

Entidades representativas de profissionais de imprensa, como a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e a Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), estão planejando uma série de iniciativas de combate à violência de gênero para marcar o Dia Internacional da Mulher. Dentre essas iniciativas, destaque para o esforço para que o Brasil ratifique a Convenção 190 da Organização Internacional do Trabalho, que entrou em vigor em junho do ano passado e é a primeira norma internacional destinada a prevenir, punir e eliminar a violência no mundo do trabalho.
Até o momento, apenas seis países ratificaram a Convenção 190 (Argentina, Equador, Fiji, Namíbia, Somália e Uruguai). “A Convenção fornece a primeira definição internacional de violência e assédio no mundo do trabalho, incluindo violência de gênero e assédio. No caso das jornalistas, trata-se de um importante instrumento para acabar com violências cotidianas que não partem apenas de superiores hierárquicos, mas também de colegas e ate de fontes”, conta Samira de Castro, da Comissão de Mulheres da FENAJ.
Atos
Presidente da FENAJ, Maria José Braga orienta que as mulheres jornalistas participem dos atos do 8 de Março organizados pelos movimentos sociais e sindicais em suas cidades.
“Além disso, sugerimos a realização de eventos sobre temas relativos às mulheres jornalistas no contexto local. Cada sindicato pode estabelecer atividades e temas derivados que melhor se adequem à realidade local, com o formato presencial ou on-line levando em conta as questões sanitárias da pandemia de Covid-19”, acrescenta a dirigente.
Maria José também lembra que a categoria de profissionais de imprensa no Brasil é composta majoritariamente por mulheres. “Daí a necessidade de debatermos trabalho decente com foco na questão de gênero”, pontua.
A FENAJ também vai veicular no dia 8 de março uma campanha virtual para homenagear profissionais pioneiras da categoria. Já o Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) promoverá, via Comissão da Mulher, a 3ª Jornada de Mulheres, que terá debates sobre violência de gênero no mundo do trabalho e no jornalismo.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos