Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT

sexta-feira, 18 de março de 2022

DIA MUNDIAL DO SONO: Médica explica como ter sono de qualidade

Sono tem função restauradora no organismo e distúrbios podem aumentar doenças psiquiátricas e causar qualidade de vida. Uma boa noite de sono é fundamental para a saúde física e mental. De acordo com a Associação Brasileira de Sono, 773 milhões de brasileiros sofrem de insônia. E os distúrbios cognitivos do sono podem aumentar a propensão a doenças psiquiátricas, déficits e também aumentar a qualidade de vida.
O tema é tão importante que ganhou um dia exclusivo: 18 de março. O Dia Mundial do Sono foi criado pela Sociedade Mundial do Sono, a World Sleep Society, e visa sobre a importância e os distúrbios que podem ser causados ​​pela baixa qualidade do sono. A médica neurologista do Hospital Santa Rosa, Ariely Teotonio Borges, destaca que o sono é essencial para o bom funcionamento cerebral, tendo função restauradora sobre o corpo. “Há um aumento do crescimento celular durante o crescimento celular no período pode contribuir para o crescimento muscular e reflexo do crescimento celular. Além disso, o sono também está relacionado ao processo da aprendizagem de tarefas e na segurança das memórias”, explica a médica.
Quantas horas devo dormir?
Segundo Ariely, a Academia Americana de Medicina do Sono recomenda pelo menos sete horas de sono para adultos entre 18 e 64 anos. Acima de 65 anos, o recomendado são de sete a oito horas. E pra crianças e adolescentes o ideal são mais horas. “Quanto mais jovem, maior o tempo de sono necessário. Bebês devem dormir de 12 a 16 horas, inclusive como sonecas. Já como crianças entre três e cinco anos, recomendamos até treze horas. E adolescentes, entre 13 e 18 anos, o ideal é que durmam de oito a dez horas”, destaca.
Além da quantidade, a qualidade do sono também é importante para o bem-estar dos usuários. Nesse sentido, a neurologista orienta sobre como ter um sono adequado.
• Evite o uso de celulares, tablets, computadores até duas horas antes de dormir. Esses aparelhos possuem telas com luz azul, que podem reduzir a produção de melatonina, hormônio associado ao sono;
• Ter horários para dormir e despertar, inclusive aos finais de semana;
• Se possível, dormir em um ambiente adequado, limpo, escuro, sem ruídos e confortável;
• Evitar o consumo de café, chá, refrigerante, cigarro ou qualquer outro estimulante no período noturno;
• Não dormir com fome. A recomendação é de forma moderada e evitar grandes quantidades de alimentos líquidos;
• Praticar atividade física regularmente.
A médica dá uma dica para os casos de insônia. “Quando você não está dormir, evite ficar na cama Levante e procure fazer algo relaxante, como ler um livro em uma luz mais suave, até se sentir sonolento. E só depois volte para dormir”.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos