Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 1 de março de 2022

Torre de televisão de Kiev é atacada

Houve bombardeio de alvos civis em Kharkiv. Empresa americana de imagens de satélite revelou que veículos podem ser vistos ao longo de 60 quilômetros de Kiev. Acompanhe as últimas notícias.
Scholz reitera apoio a Zelensky: O chanceler federal alemão, Olaf Scholz, conversou por telefone com o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, e reiterou seu apoio à Ucrânia.
Segundo seu porta-voz, o chanceler voltou a condenar nos termos mais fortes a agressão russa ao país. Zelensky informou Scholz sobre os ataques russos em várias frentes.
O líder alemão, por sua vez, informou ao ucraniano as várias formas de apoio que a Alemanha vem dando à Ucrânia, assim como as inúmeras expressões de solidariedade dos cidadãos alemães.
Zelensky agradeceu ao apoio dado pela Alemanha e pela Europa durante a crise, informou o porta-voz Steffen Hebestreit, em Berlim, sem fornecer maiores detalhes.
Torre de televisão de Kiev é atacada
A agência ucraniana de notícias Unian informou que a torre de televisão de Kiev foi alvo de um ataque. Imagens mostram uma coluna de fumaça próximo ao local. Segundo as informações, a torre teria sido atingida por dois mísseis.
O Ministério ucraniano da Defesa confirmou o ataque e informou que alguns canais não poderão transmitir por algum tempo, O órgão alertou que o inimigo poderá se aproveitar para espalhar informações falsas, no intuito de desestabilizar a situação.
"TWITTER: Defence of Ukraine - @DefenceU - УВА
Попадання в апаратну мовника на телевежі.
Якийсь час, канали не будуть працювати.
Найближчим часом буде включено резервне мовлення частини каналів. Ворог може поширювати фейки з метою дестабілізації ситуації. Знайте, Україна бореться і вистоїть!
#stoprussia
Segundo relatos, ao menos cinco pessoas morreram no ataque, e outras cinco ficaram feridas. A torre é localizada próximo ao memorial do massacre de judeus ucranianos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.
Sirenes de alerta voltaram a soar na capital ucraniana durante a tarde. O prefeito, Vitali Klitschko, disse que a situação é ameaçadora. "O inimigo quer conquistar o coração de nosso país. Mas, nós vamos lutar e não desistiremos de Kiev", escreveu em mensagem no Telegram.
UE promete 500 milhões de euros em ajuda humantária
A União Europeia prometeu enviar ao menos 500 milhões de euros em ajuda humanitária à Ucrânia e para os refugiados que tiveram de fugir para os países vizinhos, informou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von de Leyen.
No Parlamento Europeu, os líderes do bloco das 27 nações acusaram a Rússia de "terrorismo geopolítico". Von der Leyen disse que este é um "momento da verdade para a Europa". "O destino da Ucrânia está em risco, mas nosso próprio destino também está em jogo", ressaltou.
"Não é somente a Ucrânia que está sob ataque", observou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel. "As leis internacionais, a ordem internacional baseada na lei, a democracia e a dignidade humana também estão sob ataque". "Isso é pura e simplesmente terrorismo geopolítico".
Em mensagem ao Parlamento Europeu, o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, pediu que a União Europeia dê garantias de que está do lado da Ucrânia. "Provem que estão conosco. Provem que não nos abandonarão. Provem que são verdadeiros europeus, e então, a vida prevalecerá sobre a morte e a luz derrota a escuridão", afirmou.
Rússia afirma que atacará alvos em Kiev e pede que moradores deixem suas casas
Um porta-voz do Ministro da Defesa russo afirmou que haverá um ataque contra diversos alvos da infraestrutura dos serviços de segurança em Kiev e pediu que os moradores de regiões próximas deixem suas casas.
"Pedimos aos moradores de Kiev que moram próximo de centros de ligação que deixei as suas casas", disse o porta-voz, Igor Konashenkov.
Mais cedo, o governo ucraniano já havia alertado que forças russas estavam preparando um ataque pesado contra Kiev. Além dos ataques aéreos, há um extenso comboio militar russo se movendo em direção à capital da Ucrânia.
Zelenski: Bombardeio de Kharkiv foi ato de "terror"
O bombardeio de alvos civis em Kharkiv, incluindo a praça central da cidade e o prédio da administração municipal, foi um ato "evidente e mal-disfarçado terror", afirmou o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski. "Ninguém irá perdoar. Ninguém irá esquecer. Este ataque em Kharkiv é um crime de guerra."
Foi a primeira vez que os militares russos atingiram o centro da cidade, que é a segunda mais populosa da Ucrânia e já estava sob ataque há alguns dias em seus bairros residenciais.
O bombardeio da praça central atingiu também uma instalação provisória que havia sido erguida para receber doações para os voluntários que decidiram se juntar à defesa da Ucrânia. Nos últimos dias, seguranças voluntários estavam ocupando o prédio da administração como parte desses esforços – há receio de que alguns deles estejam entre os mortos.
Segundo um assessor do Ministro do Interior ucraniano, pelo menos dez pessoas morreram e 35 ficaram feridas no ataque no centro da cidade.
UE: Bombardeio em Kharkiv viola as leis da guerra
O chefe da diplomacia externa da União Europeia, Josep Borrell, afirmou nesta terça-feira (01/03) que o bombardeio de alvos civis em Kharkiv, incluindo a praça central da cidade e o prédio da administração local, viola as leis da guerra.
"O bombardeio de infraestruturas civis ontem em Kharkiv viola as leis da guerra. A União Europeia mantém seu firme apoio ao lado da Ucrânia nestes momentos dramáticos", afirmou Borrell no Twitter.
@CAMINHOPOOLITICO @CPWEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos