Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

terça-feira, 24 de maio de 2022

Botelho repudia exclusão de Mato Grosso da Amazônia Legal

Iniciativa está prevista no PL 337/2022, apresentado pelo deputado federal Juarez Costa (MDB/MT), em tramitação na Câmara Federal.O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União) declarou que é contra a proposta de exclusão de Mato Grosso da Amazônia Legal, nesta terça-feira (24), durante conversa com a imprensa, na Assembleia Legislativa.
Para Botelho, é inaceitável o Projeto de Lei 337/2022, apresentado pelo deputado federal Juarez Costa (MDB/MT), que "altera a redação do inciso I do art. 3º da Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, para excluir o Mato Grosso da Amazônia Legal". Ao considerar como negativo o projeto, Botelho destacou a importância de Mato Grosso no cenário mundial.
“Eu vejo como algo muito ruim a retirada de Mato Groso da Amazônia Legal. Eu sou terminantemente contra essa decisão, é um patrimônio nosso, acho que é muito prejudicial para o povo, para o meio ambiente em todos os sentidos, essa retirada de Mato Grosso da Amazônia Legal”, afirmou Botelho, ao acrescentar que a discussão em ano eleitoral é boa para alertar a população sobre o posicionamento de cada parlamentar em relação à preservação do meio ambiente.
“Vejo que é um ganho para Mato Grosso a Amazônia Legal, pois somos um estado que tem o privilégio de participar de dois biomas mais importantes do mundo: o Pantanal e a Amazônia. Querer tirar Mato Grosso disso é como querer tirar o Pantanal de Mato Grosso. Isso é um absurdo. O total repúdio da minha parte sobre essa posição!”, declarou.
Na Câmara dos Deputados, esse projeto de lei será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.
Ontem (23), a Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais da ALMT realizou a primeira reunião para discutir o texto desse projeto.
ESTADOS – Compõem a Amazônia Legal os estados do Acre, Pará, Amapá, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Goiás e Tocantins. Todos compartilham desafios econômicos, políticos e sociais.
FOTO LEGENDA: “Eu vejo como algo muito ruim a retirada de Mato Groso da Amazônia Legal. Eu sou terminantemente contra essa decisão, é um patrimônio nosso, acho que é muito prejudicial para o povo, para o meio ambiente em todos os sentidos, essa retirada de Mato Grosso da Amazônia Legal”, afirmou Botelho.
Assessoria/Caminho Político
Foto: MAURICIO BARBANT
@caminhopolitico @cpweb
www.caminhopolitico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos