Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Salesiano Santo Antônio

Salesiano Santo Antônio
Rua Alexandre de Barros, 387, Chácara dos Pinheiros Cuiabá

Seu título está na mão

Seu título está na mão
1º Título de Eleitor Decreto nº 3.029 - 9.1.1881

Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Seja bem-vindo ao perfil oficial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso!

sábado, 7 de maio de 2022

Paccola: “O maior investimento que um cidadão pode fazer é em um parlamentar que FISCALIZA”

Além de legislar e assessorar o Executivo, todo mandato deve ser marcado por uma gestão estratégica que gere economia para a administração pública.
“Um Parlamentar que consegue monitorar os contratos firmados pela administração pública e que consiga pelas suas prerrogativas, fiscalizar de maneira transparente o executivo é o maior e melhor investimento que a população pode fazer por um candidato que se coloca à disposição de fazer seu melhor com as ferramentas que são disponibilizadas para ele”, diz Paccola.
Atualmente, o Tenente Coronel Marcos Paccola é vereador por Cuiabá e está como pré-candidato a Deputado Estadual pelo partido Republicanos para que possa atuar na esfera estadual. “As gestões, sejam municipais ou estaduais, possuem contratos milionários de serviços ou contratos com as terceirizadas. Mas o que realmente está sendo entregue? Por isso que nós precisamos, eu digo nós, porque eu também sou um pagador de impostos, e quando eu pago, eu quero que este serviço público, neste caso, seja realizado da melhor maneira ou de uma maneira eficaz”, explica o Vereador.
Paccola que participou em seu primeiro ano de mandato da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) DOS MEDICAMENTOS que identificou mais de 30 milhões de reais gastos com a compra de medicamentos vencidos, agora preside a CPI DAS IRREGULARIDADES DA SAÚDE, que quer identificar a existência de uma rede de suporte aos crimes praticados pelos gestores que já resultaram em mais de 13 Operações pela polícia Federal e Civil. Apesar dos secretários estarem afastados, as situações que envolvem contratos irregulares, continuam ocorrendo, levantando a suspeita de que exista uma organização criminosa dentro da Secretaria.
Desde a última semana do mês de abril, o vereador e demais membros da CPI ouvem os convocados nas oitivas em busca de respostas a partir dos contratos das terceirizadas da saúde. Eles têm menos de 100 dias para concluir o relatório, uma vez que esta Comissão já prorrogou seu prazo inicial de 120 dias. “O que não irá faltar são as promessas, mas o eleitor tem que estar atento ao histórico de cada parlamentar e quais foram suas conquistas ao longo da vida. Se ele é um bom filho, um bom marido, um bom pai e claro e excelente representante dos interesses da coletividade”, finaliza o Coronel.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos