Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Para 40%, Bolsonaro incentiva crimes na Amazônia

Pesquisa Datafolha questionou ainda atuação do governo de Jair Bolsonaro no caso Bruno e Dom. Mais de 70% dos brasileiros afirmam que assassinatos de jornalista e indigenista prejudica imagem do Brasil no exterior. Cerca de 40 % dos brasileiros acreditam que o presidente Jair Bolsonaro mais incentiva do que combate os crimes que são cometidos na Amazônia, revelou uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste sábado (25/06). O levantamento questionou os entrevistados se a política do atual governo era mais voltada a combater ou a estimular invasões de terras indígenas, desmatamento, atuação de garimpeiros e a pesca e caça ilegais.
Divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, a pesquisa mostrou que 43% dos brasileiros afirmam que o governo Bolsonaro mais estimula o desmatamento na região e a ação de caçadores e pescadores ilegais. Já 35% dos entrevistados acreditam que o presidente mais combate a devastação da floresta, e 31% disseram o mesmo em relação a caça e pesca ilegais. Cerca de 8% acreditam que o governo não faz nem e nem outro.
Com relação ao garimpo ilegal na Amazônia, 40% dos brasileiros acham que o atual governo mais estimula essa atividade; e 33% acreditam que ele mais combate do que incentiva. Outros 26% acreditam que a atuação do governo é indiferente ou não souberam opinar.
Já 39% dos entrevistados acreditam que Bolsonaro estimula a invasão de terras indígenas; e 35% disseram que ele combate esse crime. A parcela dos que são neutros ou não souberam opinar ficou em 26%.
Caso Bruno e Dom
O Datafolha também questionou os entrevistados sobre o desaparecimento e assassinatos do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo Pereira e atuação do governo Bolsonaro no caso.
Dom Phillips e Bruno Pereira foram vistos pela última vez em 5 de junho, enquanto viajavam pelo Vale do Javari, uma região remota do estado do Amazonas palco de conflitos entre indígenas e invasores de terras. Dias depois, um dos suspeitos detido confessou ter matado os dois e indicou o local dos corpos.
Três pessoas foram pessoas já foram presas pelo crime. A polícia investiga os motivos dos assassinatos, apura se há alguma relação com a pesca ilegal na região e busca identificar mandantes.
Para 49% dos brasileiros, o governo fez menos do que poderia para investigar as mortes. Outros 27% disseram que foi feito tudo para o esclarecimento do caso. A pesquisa mostrou ainda que 6% acreditam que o governo fez o que poderia, e 18% não souberam opinar.
O caso está sendo investigado pela Polícia Federal e pela Polícia Civil do Amazonas. Após o desaparecimento, as primeiras buscas foram feitas por indígenas, somente quando o caso ganhou repercussão, inclusive internacional, o governo enviou militares e mais policiais para a região.
Segundo o levantamento, quase metade dos brasileiros, 47%, afirmou que as mortes de Dom e Bruno irá prejudicar muito a imagem do Brasil no exterior. Outros 26% avaliam que prejudicará um pouco. Para 17%, o caso não afeta a imagem do país, e 10% não souberam opinar.
O instituto Datafolha ouviu 2.556 pessoas com mais de 16 anos em 181 cidades do país entre os dias 22 e 23 de junho. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
cn (ots)cp
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos