Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

quarta-feira, 22 de junho de 2022

Vereador diz que Cuiabá vai viver colapso na Saúde se não houver contratação urgente de médicos

“O problema pode ser resolvido com um entendimento, um consenso, entre os Poderes: Ministério Público, Executivo e Secretaria Municipal de Saúde”. Na sessão ordinária desta terça-feira (21) o presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, vereador Dr. Luiz Fernando (Republicanos) chamou a atenção para a necessidade de o Ministério Público do Estado de Mato Grosso realizar a contratação emergencial de médicos e evitar que o sistema de saúde pública entre em colapso em Cuiabá.
De acordo com o parlamentar, das 116 unidades básicas de saúde existentes em Cuiabá, 30 estão sem médico para atender a população.
“E os contratos destes profissionais vencem dia 30 deste mês, se não houver uma atitude, nós vamos ter aí mais de 70 unidades sem médicos para atender o povo”, alertou o ortopedista ao destacar que nos mais de 20 anos de sua trajetória profissional, já trabalhou na atenção primária e na atenção secundária e conhece de perto esta realidade.
Na sequência, o vereador explicou que quando o cidadão chega a uma unidade básica de saúde e não encontra médico, automaticamente, ele não volta para casa com dor e sem atendimento, ele vai procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou uma policlínica.
“E é isso que está acontecendo. Uma lotação absurda de pessoas nas policlínicas e nas Upas, por conta do período de inverno que estamos entrando e isso aumenta os quadros de casos de infecção do trato respiratório”, detalhou ao ressaltar que o problema pode ser resolvido com um entendimento, um consenso, entre os Poderes: Ministério Público, Executivo e Secretaria Municipal de Saúde.
Luiz Fernando defendeu que a saúde de Cuiabá tem sim funcionado e citou como bons exemplos o funcionamento do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), Hospital São Benedito e antigo Pronto Socorro. E ao advertir sobre os crescentes quadros de Covid-19 e outras viroses, ele criticou a postura de alguns colegas de Parlamento que estão se aproveitando de algumas situações para fazer atos ‘politiqueiros’.
“Tem muito político fazendo espetáculo com o celular, mas o que acontece na Saúde Pública do nosso Estado é a má gestão, é a corrupção. É isso que mata. Mata muito mais que o crime organizado, que o câncer e a Covid”, observou o vereador.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos