Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 13 de julho de 2023

ALTA FLORESTA: Quatro municípios iniciam coleta de dados inédita sobre a agricultura familiar em Mato Grosso

Os municípios foram escolhidos como pilotos para efetivação do sistema de informação previsto no Plano Estadual de Agricultura Familiar do Estado de Mato Grosso (PEAF). Uma ferramenta para agrupar e descentralizar as informações sobre todas as cadeias produtivas nos 141 municípios de Mato Grosso. Este é o mote do Sistema Estadual Integrado da Agricultura Familiar (SEIAF). Nas últimas semanas, agricultores e agricultoras familiares, líderes e representantes do setor dos municípios de Querência, Várzea Grande, Alta Floresta e Cotriguaçu participaram de rodadas de capacitação para coleta desses dados e operacionalização da ferramenta eletrônica e-SEIAF.
Os municípios foram escolhidos como pilotos para a efetivação do sistema de informação previsto no Plano Estadual de Agricultura Familiar do Estado de Mato Grosso (PEAF). O principal objetivo é subsidiar a construção e implementação de políticas públicas voltadas para o segmento.
Conforme o gestor de projetos do programa de Negócios Sociais do Instituto Centro de Vida (ICV) Eriberto Müller, só é possível construir políticas públicas assertivas e com bons resultados se houver conhecimento sobre o que acontece no dia a dia do campo.
“Agora é o momento da aproximação com esses agricultores familiares para testar essa ferramenta para que a gente possa deixar ela da melhor forma de uso para que os outros municípios na sequência possam utilizar também”.
No caso de uma queda na produção de determinada cultura em algum município, por exemplo, especialistas munidos dessa informação podem identificar a fonte do problema e tentar encontrar soluções.
A gestão dos dados também é importante para reduzir custos, melhorar a produção, ampliar o acesso a mercados e preservar o meio ambiente.
A técnica da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF), Rejane Gusmão, destacou que os municípios são parte essencial do processo de coleta de dados e que, para isso, técnicos, prefeitos, cooperativas e associações precisam estar envolvidos no processo.
“O instrumento vai ser muito simples. A gente está trabalhando para que seja fácil, acessível, elaborando manuais para que não haja dúvidas de como operar o sistema. Nós da SEAF estaremos à disposição para tirar dúvidas e para ajudar. Tenho certeza que com o bom trabalho que a gente está fazendo vamos construir uma política realmente eficiente para a agricultura familiar de Mato Grosso”, disse.
Os municípios
O secretário de Agricultura e Pecuária de Alta Floresta, Marcelo Fernando de Souza, disse que essas informações auxiliam o município a implementar oo Plano Municipal de Agricultura Familiar (PMAF) e também a nortear as tomadas de decisões sobre as cadeias produtivas.
“O próximo passo é discutir com o Estado, e com parceiros como o ICV, para fazer todo o planejamento de ir a campo, por onde começar e quais os setores levantados, para assim começar a estipular as datas. O SEIAF é praticamente um censo agropecuário nunca feito antes em Mato Grosso, bem como nos municípios, então vamos precisar planejar corretamente”.
Servidor da prefeitura de Várzea Grande, o engenheiro agrônomo James Frank Mendes Cabral destacou que cada município tem uma cadeia produtiva mais forte e que cada uma delas precisa de investimentos e linhas de apoio distintos.
“Aqui em Várzea Grande, por exemplo, a gente tem uma linha de apoio à apicultura, a produção de mel. A gente precisa identificar as características desse sistema produtivo para apontar uma política pública que garanta assistência técnica, fornecimento de materiais apícolas e capacitação dos agricultores”.
Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Assuntos Fundiários de Cotriguaçu, Evandro Cesar, pontuou que o município é muito distante de Cuiabá e que, por isso, as informações tendem a se perder no meio do caminho.
“Essa coleta de dados vem para nos ajudar na busca de recursos, na busca de mais investimentos para a agricultura familiar do município. A partir do momento que você sabe o que você precisa, fica mais fácil de você pedir”.
Parceiros
A implementação do SEIAF acontece por meio da parceira entre a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF), o Instituto Centro de Vida (ICV), a Parceria para Economia Verde em Mato Grosso (PAGE), o Programa Global Redd Early Movers (REM), o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Sustentável (CEDRS) e o Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa (Unitar).
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico cpweb
Instagram: @caminhopoliticomt
#renunciaemanuel #chicocinquentinha
#renunciestopa #PRISAOparaEMANUELeSTOPAja
#NÃOreelezavereadoresemcuiabá
#FACISTASpoliticosreligiososNÃO
#casadoshorrores #casadamutreta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos