Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

terça-feira, 25 de julho de 2023

Lei de Max Russi celebra o Dia Estadual da Mulher Negra

Data marca a história de Tereza de Benguela, líder da resistência do povo negro à frente do Quilombo de Quariterê, em Mato Grosso, durante o século XVIII. O Dia Estadual da Mulher Negra e de Tereza de Benguela, celebrado em 25 de julho, fortalece o reconhecimento da luta e da pauta das mulheres negras, assim como suas contribuições na sociedade e na história de Mato Grosso. A data, já celebrada há 3 anos, foi criada através da Lei 11.577, de autoria do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB). Para a formatação da proposta, que criou a legislação, Max Russi se reuniu com o coletivo Herdeiras do Quariterê. Esse trabalho conjunto também resultou na criação do primeiro prêmio mato-grossense Tereza de Benguela.A primeira solenidade aconteceu em 2021 na Assembleia Legislativa, onde foram homenageadas 147 personalidades, em alusão ao dia nacional de Zumbi Dos Palmares e da Consciência Negra. A próxima edição está prevista para outubro deste ano, com a intenção de que passe a fazer parte do calendário cultural.
Esse mesmo 25 de julho, marca os 31 anos do Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana, Caribenha e da Diáspora, destacando esse movimento, quando se reuniram, em 1992, em Santo Domingos-República Dominicana, para combater o preconceito racial e o machismo, fortalecendo a luta pelos direitos humanos e o bem viver.
“São datas importantes, de reflexão para a sociedade sobre temas que, infelizmente, ainda afligem as mulheres negras no estado e no Brasil, na baixa representação política, direitos sexuais reprodutivos, família, maternidade, paternidade e sexualidade. Por isso precisamos sempre fortalecer essa luta, com base na história de Tereza de Benguela e de todas as mulheres que seguem que enfrentam as mais diversas dificuldads”, ressalta o deputado Max Russi.
Tereza de Benguela
No Brasil, no dia 25 também é comemorado o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.
Benguela é conhecida por estar à frente da resistência do povo negro no Quilombo de Quariterê, em Mato Grosso, durante o século XVIII. Tereza foi uma líder quilombola do também conhecido “Quilombo Grande”, o maior do estado e viveu às margens do rio Guaporé, em Vila Bela da Santíssima Trindade (MT).
Continuou comandando o quilombo após a morte de seu companheiro, José Piolho, morto por soldados. Rainha Tereza, como era conhecida, comandou uma comunidade de três mil pessoas. Uniu negros, brancos e indígenas para defender o território onde viviam, resistindo bravamente à escravidão por mais de 20 anos. Também geriu a estrutura política, econômica e administrativa da comunidade.
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico cpweb
Instagram: @caminhopoliticomt
#renunciaemanuel #chicocinquentinha
#renunciestopa #PRISAOparaEMANUELeSTOPAja
#NÃOreelezavereadoresemcuiabá
#FACISTASpoliticosreligiososNÃO
#casadoshorrores #casadamutreta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos