Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

segunda-feira, 18 de setembro de 2023

NOVAS ESTRATÉGIAS: Seminário inédito do REM traz principais cases de sucesso no combate ao desmatamento ilegal no país

Cases de sucesso e novas estratégias para o combate ao desmatamento ilegal em Mato Grosso vão produzir discussões potentes no Seminário Políticas Públicas Inovadoras, Comando e Controle e Mudanças Climáticas, nos dias 10 e 11 de outubro, no hotel Delmond, em Cuiabá. Promovido pelo Programa REM MT, o seminário vai reunir os principais nomes da preservação e combate aos crimes ambientais, para inspirar ainda mais Mato Grosso a seguir na manutenção da floresta em pé e a minimizar as mudanças climáticas. O evento é fechado para convidados.
Entre os palestrantes estará o pesquisador Sênior e co-fundador do IPAM, Paulo Moutinho, que estuda as causas do desmatamento na Amazônia e suas consequências para a biodiversidade, mudança climática e habitantes da região. Com foco na Amazônia mato-grossense, Paulo vai abordar como o desmatamento da floresta não é só um problema ambiental, mas também econômico.
Representantes do Ibama e Sema-PA também vão apresentar os casos de sucesso em confrontos com criminosos ambientais, para que Mato Grosso se inspire e considere essas estratégias.
Outro destaque do seminário é a palestra da delegada da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (DEMA), Liliane Murata, que vai falar sobre a Operação Cordilheiras, deflagrada em março deste ano, para apuração de ilícitos ambientais ocorridos em fazendas na região do Pantanal mato-grossense. A Operação Cordilheira teve início no ano passado, quando a Dema recebeu denúncia sobre desmatamento provocado pelo uso irregular de agrotóxico, conhecido como “desmate químico”, em fazendas situadas no Pantanal mato-grossense.
Também subirão ao palco do seminário:
- O secretário executivo da Sema-MT, Alex Marega, para falar sobre o PPCDIF/MT e estratégias inovadoras;
- A Assessora Técnica do Comitê de Monitoramento e Planejamento Estratégico para Fiscalização (CFISC) da SEMA-PA, Andrea Coelho, para falar sobre Selo Verde e monitoramento ambiental;
- A coordenadora-Geral de Fiscalização IBAMA, Carolina Bastos, para falar sobre Casos inovadores e de sucesso do IBAMA nacional;
- A Técnica em Gestão de Meio Ambiente da Assessoria Especial de Inteligência e Segurança Corporativa (AISC) da SEMA-PA, Hellem Cristina Teixeira Rodrigues, para falar sobre inteligência ambiental.
Uso de agrotóxico para desmate
Outro tema polêmico que será tratado no seminário será o uso de agrotóxico no desmatamento. Para “disfarçar” o desmatamento, criminosos estão usando além do fogo ou derrubada de árvores, o uso de agrotóxico com função desfolhante. A prática ilegal vai ser explicada por auditor fiscal agropecuário federal do Mapa, Júlio Cesar Alves de Lima.
Combate e controle em MT
Com o apoio do Programa REM MT, por meio do Subprograma Fortalecimento Institucional e Políticas Públicas Estruturantes (FIPPE), Mato Grosso se tornou o primeiro estado a criar gerenciamentos de alertas, após aperfeiçoar a aplicação de multas e o monitoramento de crimes ambientais, pela Plataforma de monitoramento via satélite Planet.
Também foram obtidos os softwares SIGA Autuação, Responsabilização e Arrecadação - aquisições que ocorreram pelo Programa REM MT. Será abordado pela SEMA - Gerência de Planejamento de Fiscalização e Combate Desmatamento, como se dará o uso do sistema de gerenciamento Siga Alertas.
Para o FIPPE e suas aquisições, o REM MT investiu R$ 81 milhões. Desses, R$ 38 milhões foram aplicados na modernização do monitoramento da responsabilização ambiental, logística e integração das instituições de fiscalização.
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
#CALOTEDÍVIDAMILIONÁRIAPREFEITURAdeCUIABÁR$165Milhões
#renunciaemanuel #chicocinquentinha
#renunciestopaRADO #STOPAradoNAmutretagem
#NÃOreelezaVEREADORESemCUIABÁ
#FACISTASpoliticosRELIGIOSOSnunca!
#casadoshorrores #casadamutreta
#CASAdosHORRORESedaRACHADINHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos