Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quinta-feira, 7 de setembro de 2023

Número mortos por ciclone no sul do Brasil sobe para 38

Quarto ciclone extratropical desde junho deixou rastro de destruição em mais de 70 municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Milhares de pessoas estão desabrigadas. O número de mortes devido às fortes chuvas causadas pela passagem de um ciclone extratropical que avança desde o início desta semana pela região Sul do Brasil subiu para 38 nesta quarta-feira (06/09). Só no Rio Grande do Sul, mais de 70 municípios sofreram danos em decorrência dos fortes ventos e das chuvas intensas, que isolaram comunidades inteiras devido às enchentes e à cheia dos rios. Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, balanços preliminares contabilizaram 37 mortos, mais de 2.300 desabrigados e outros 3.500 desalojados no estado. Outra morte foi registrada no estado de Santa Catarina, onde um homem morreu quando teve o carro atingido por uma árvore.
De acordo com a Defesa Civil, 14 das 37 mortes registradas no Rio Grande do Sul ocorreram em Muçum, onde as chuvas inundaram grande parte do município e muitos moradores foram obrigados a se refugiar nos telhados das suas casas. A passagem do ciclone causou destruição em 79 munícipios gaúchos.
O ciclone desta semana é o quarto ciclone extratropical a atingir o Rio Grande do Sul desde junho, quando outro ciclone causou a morte de 16 pessoas. Em julho, o fenômeno se repetiu, deixando três mortos e cerca de 1 milhão de pessoas sem eletricidade. Um terceiro ciclone passou em agosto, sem deixar grandes danos.
Nas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a situação e disse que todo o governo federal se coloca à disposição do governo gaúcho. Leite disse que já foi solicitada ajuda.Mais temporais são esperados na região
Novas áreas de instabilidade voltam a afetar o Rio Grande do Sul nesta quarta-feira, com previsão de pancadas de chuva com raios à tarde e à noite no centro-sul gaúcho, segundo a Climatempo. A Defesa Civil do estado já emitiu novos alertas de inundação dos rios Taquari, Caí e das Antas.
Para o feriado de 7 de setembro, a metade sul do estado deve se preparar para fortes chuvas e temporais, com risco de ventania e queda de granizo. Em outras áreas do estado, incluindo os Vales do Caí e do Taquari, a Serra e o Planalto, as pancadas de chuva com raios poderão acontecer a qualquer hora do dia, desde a madrugada, mas com algumas pausas.
ip/as (Lusa, ots)Caminho político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
#CALOTEDÍVIDAMILIONÁRIAPREFEITURAdeCUIABÁR$165Milhões
#renunciaemanuel #chicocinquentinha
#renunciestopaRADO #STOPAradoNAmutretagem
#NÃOreelezaVEREADORESemCUIABÁ
#FACISTASpoliticosRELIGIOSOSnunca!
#casadoshorrores #casadamutreta #CASAdosHORRORESedaRACHADINHA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos