Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

segunda-feira, 23 de outubro de 2023

“Acredito que estamos atingindo o propósito de ajudar quem mais precisa a encontrar um novo caminho”, afirma primeira-dama de MT

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, afirmou que o Governo de Mato Grosso tem atingido seu propósito de ajudar a população mais vulnerável a encontrar um novo caminho para superar as adversidades.
Voluntária na Unidade de Ações Sociais e Apoio às Famílias (Unaf), a primeira-dama é a idealizadora de diversas ações executadas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), dentre elas o programa SER Família. “Quando pensei no programa SER Família, não imaginei somente as pessoas recebendo os benefícios. Eu sonhei com a possibilidade de elas não dependerem do assistencialismo por toda vida. Acredito que estamos no caminho certo e conseguindo atingir a finalidade de ajudar as pessoas que mais precisam a encontrar um novo caminho”, contou a primeira-dama.
A partir desta iniciativa, nasceram outras vertentes do programa, com objetivo de auxiliar a população mais vulnerável, como idosos, crianças e mulheres vítimas de violência. O programa SER Família Mulher, instituído em Mato Grosso em janeiro deste ano, passou a ser referência nacional e foi usado como base para a criação de um programa federal que prevê auxílio moradia para as vítimas de violência doméstica com medidas protetivas.
“O SER Família Mulher representa a chance da mulher em situação de violência se distanciar do agressor. É uma esperança, porque grande parte das mulheres em situação de violência permanece perto do agressor pela dependência financeira”, pontuou Virginia.
Confira abaixo a entrevista na íntegra:
O governador Mauro Mendes é considerado um bom gestor público na aplicação dos recursos e execução de obras e do que é planejado; a senhora é vista como coração da atual gestão, trabalhando de forma voluntária e deixa um dos maiores legados no Governo, que é o programa SER Família, que possui diversas vertentes e tem como premissa o auxílio às pessoas mais vulneráveis. A senhora acredita que o programa está atingindo sua finalidade?
Virginia Mendes – Obrigada pela oportunidade de falar sobre isso. Acredito que estamos construindo uma história diferenciada em nosso Estado, e, quando digo isso, estou falando de todas as pessoas envolvidas para que os programas sociais obtenham o sucesso esperado. Sou grata ao governador Mauro Mendes por toda a liberdade que ele concede para eu apresentar os projetos que idealizo, porque não é fácil tirar um projeto do papel, é um trabalho árduo que, além de recursos financeiros, é necessário comprometimento das pessoas envolvidas. Também, agradeço à minha equipe Unaf e à secretária Grasielle, na Setasc, e toda sua equipe, responsável por gerenciar os programas.
Quando pensei no programa SER Família, não imaginei somente as pessoas recebendo os benefícios. Eu sonhei com a possibilidade delas não dependerem por toda vida do assistencialismo, então nasceu o programa SER Família Capacita. Todas as famílias inscritas no SER Família, para permanecerem no programa, precisam se inscrever, ou seja, é uma condição do programa que elas façam um curso de qualificação profissional, além das demais condicionalidades eminentes ao CadÚnico. Todos os municípios aderiram a esta parceria entre Governo de Mato Grosso e Senai. Temos depoimentos maravilhosos de pessoas que estavam fora do mercado de trabalho e que já têm novas perspectivas, e o Governo recentemente assinou um TAC com grandes empresas para que as pessoas capacitadas por meio do programa tenham oportunidades.
Então, respondendo a pergunta: sim, estamos no caminho certo e conseguindo atingir a finalidade e o propósito de ajudar as pessoas que mais precisam a encontrar um novo caminho.
Para a senhora, o que representa o fato do programa SER Família Mulher, implementado no início deste ano, ter se tornado referência nacional no auxílio às vítimas de violência doméstica?
Virginia Mendes – O SER Família Mulher representa para mim a chance da mulher em situação de violência se distanciar do agressor. Resumindo, é uma esperança - um dos significados do SER (Superação, Esperança e Respeito). Grande parte das mulheres em situação de violência permanece perto do agressor pela dependência financeira, e quando envolve filhos fica ainda mais difícil. Com o auxílio de R$ 600 as mulheres sob medida protetiva encontram a possibilidade de se manterem, no início, próximo a entes queridos, e por meio do curso de qualificação, encontram a possibilidade de viverem uma nova realidade. Lembrando que, assim como no SER Família e suas vertentes, no SER Família Mulher também é condição a mulher se capacitar.
Sabemos que, embora seja uma esperança para essas mulheres, apenas esse auxílio não resolve a situação. Por isso, tenho cobrado do Congresso Nacional que leis mais duras sejam instituídas, para que o agressor pense duas vezes antes de agredir uma mulher. Se nós conseguirmos combater a violência doméstica, vamos quebrar o ciclo que assola vidas e deixa marcas e crianças órfãs, como ocorre com o feminicídio. Vamos nos unir e lutar.
A senhora também encabeçou o programa SER Família Habitação, que é considerado o maior programa habitacional do Estado. Como essa ação auxilia as famílias, principalmente as mais vulneráveis, a garantirem um lar seguro para a família?
Virginia Mendes – Esse é um dos programas mais sonhados por mim, e graças aos esforços do Governo do Estado, por meio da Setasc, com a secretária Grasi e sua equipe, Sinfra sob o comando do secretário Marcelo de Oliveira, e MT Par com o nosso querido presidente Wener, tudo isso está se tornando realidade com alguns municípios que já estão executando e outros que acabaram de receber a autorização de recursos.
Ao todo, 79 municípios serão beneficiados com casas para pessoas de baixa renda, consideradas faixa 0, e que não teriam possibilidade de adquirir sozinhos uma casa própria. Além da faixa 0, as faixas 1, 2 e 3, para pessoas com renda entre R$ 2.640,00 e R$ 8 mil, serão contempladas com subsídio do Governo, em uma ação executada em parceria com a MT Par e Caixa Econômica Federal. Serão 40 mil unidades habitacionais em todo o Estado. Imaginem o sonho na vida dessas famílias, ter um cantinho para chamar de seu. Eu quero ter a felicidade de participar dessas entregas.
Nós vemos que a senhora tem uma ligação muito forte com as crianças também, e exemplo disso é, entre outras ações, o programa SER Família Criança, que está na fase piloto em Poconé. O que a senhora pensou quando idealizou essa ação?
Virginia Mendes – O SER Família Criança, digamos que é a menina dos meus olhos. Foi tudo pensado e sonhado com muito carinho. Quando fui primeira-dama de Cuiabá, tive a oportunidade de desenvolver ações com as meninas inscritas no Siminina. No começo do mandato do Mauro, na Prefeitura de Cuiabá, eram em torno de 100 crianças e adolescentes entre 07 e 14 anos. Quando encerrou a gestão, tínhamos em torno de 1.500 e conseguimos desenvolver diferentes ações.
Quando eu comecei a pensar o programa SER Família Criança, imaginei algo maior, no sentido de ampliar aos municípios, oferecer atividades completas do contraturno escolar e também garantir a segurança alimentar. Começamos por Poconé, primeiro pelo interesse do município em aderir e segundo pela distância, para que nós pudéssemos acompanhar tudo de perto, e está sendo um sucesso.
Com sete meses de inauguração, crianças que nunca tocaram um violão já estão tocando músicas e cantando, no balé já temos apresentações, enfim, está tudo acontecendo e estou muito orgulhosa de todos que se envolveram, profissionais, a primeira-dama de Poconé, Joelma Gomes. Estou muito feliz. Na unidade são atendidas crianças entre 4 e 12 anos em situação de vulnerabilidade, sendo cerca de 500 beneficiários. O programa é gerido pela Setasc e conta com a parceria do município. O investimento do Governo de Mato Grosso é de, aproximadamente, R$ 7 milhões por ano. A nossa perspectiva é que o programa seja implantado em outros municípios.Muitos prefeitos e primeiras-damas destacam sua atenção e carinho com a população, principalmente na execução dessas políticas públicas de assistência social. Como é a atuação da senhora junto aos municípios para a realização dos projetos?
Virginia Mendes - Graças a Deus, todos os programas são bem recebidos, e como sempre digo e reforço, ninguém faz nada sozinho. Para que tudo aconteça, precisamos estar alinhados com os municípios. Tenho uma ótima relação com as primeiras-damas e quero aproveitar a oportunidade para agradecer toda atenção e disposição que elas têm tido para colocar os programas sociais em prática nos municípios. Agradeço de coração todas as orações que recebo das primeiras-damas, os presentes e todo o carinho, não tenho palavras.
Também temos que destacar que a senhora é considerada madrinha dos povos indígenas e que implantou no Governo um novo olhar para esse público. De onde vem essa ligação? E como a senhora vê a atuação do Estado para essa comunidade hoje?
Virginia Mendes – Eu falo que tenho uma alma indígena. É fascinante estar com eles, sentir a energia deles. Mesmo com tantas dificuldades que enfrentam, alguns mais que outros, eles transmitem muita energia e paz. Grande parte das ações que os indígenas recebem atualmente é por meio do Estado. Hoje nós temos um trabalho nas aldeias, com os cadastros das famílias para o SER Família Indígena, com o auxílio de R$ 220. Temos, ainda, programas contínuos, à exemplo do SER Família Solidário, Aconchego, entregas de filtros de barro, o programa de perfuração de poços com o apoio da Metamat. Enfim, o governo tem atuado de maneira ostensiva e atenciosa junto aos nossos irmãos, incentivando o trabalho sustentável dentro da realidade deles, porém com estrutura. Temos, ainda, muito a fazer por nosso povo, mas já podemos comemorar os avanços.
Para finalizarmos, dentre todas as ações que a senhora já realizou no Estado, qual foi a que mais te marcou?
Virginia Mendes – Todas as ações são muito especiais, então é um tanto difícil escolher, mas me recordo bem da minha primeira missão logo no início do Governo, com a distribuição de cobertores e entrega de sopas para as pessoas em situação de rua, e ali levamos carinho e atenção; também a minha primeira visita em uma aldeia indígena, em 2019, inesquecível; o Casamento Abençoado em Cuiabá, com cerca de 1.500 casais, em 2021; a Arena Encantada 2021; a visita que fizemos recentemente à fronteira do Estado com a Bolívia na região de Vila Bela da Santíssima, onde me contaram que uma primeira-dama de Estado nunca tinha pisado lá; conhecer o nosso querido Rafael Matos e sua família também foi um momento marcante. Rafael é um exemplo de superação. Mesmo com paralisia cerebral, ele conquistou vaga por meio do Enem no curso de Ciência da Computação; olha, eu poderia falar por horas... Graças a Deus estamos conseguindo levar um pouco mais de conforto para as pessoas, escutar o que elas precisam, abraçar, dar um pouco de carinho e a gente também recebe muito carinho.
E como a senhora acredita que estará o Estado de Mato Grosso ao final da gestão do governador Mauro Mendes?
Virginia Mendes – Com fé em Deus, bem melhor do que Mauro recebeu em 2019. Com muito trabalho e foco, o atual Governo conseguiu resgatar o nosso Estado e a autoestima do povo mato-grossense. Além disso, somos um Estado em expansão, somos o maior produtor de grãos do país e exportamos alimento para o mundo todo. Nosso Mato Grosso é motivo de orgulho, muitas obras em andamento. Com os novos hospitais a população estará melhor amparada, a infraestrutura nos municípios e a construção de novos asfaltos possibilitando uma melhor trafegabilidade, e ainda a construção de novas pontes de concreto, importantes ligações que precisam ter total atenção e segurança; no social, o meu maior desejo é que as pessoas sejam mais independentes, por isso faço um apelo para que aproveitem os cursos de qualificação profissional. O mercado de trabalho tem muitas oportunidades, mas as pessoas precisam se capacitar. Aí uma coisa que eu digo: o próximo gestor terá que trabalhar muito também, porém, com menos dificuldades.
Assessoria/Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
#NÃOreelezaVEREADORESemCUIABÁ
#FACISTASpoliticosRELIGIOSOSnunca!
#casadoshorrores #casadamutreta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos