Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quarta-feira, 15 de novembro de 2023

Militares de Israel invadem maior hospital de Gaza

Forças de Defesa israelenses afirmam que hospital serve como base militar do Hamas, o que o grupo terrorista nega. As Forças de Defesa de Israel (IDF) entraram num setor do hospital Al Shifa, o maior da Faixa de Gaza, e estão realizando operações no local nesta quarta-feira (15/11).
Segundo as IDF, estão sendo executadas "operações precisas e direcionadas contra o Hamas numa área específica do hospital Al Shifa, com base em informações dos serviços secretos". Antes de entrar no hospital, as tropas se depararam com "explosivos e grupos de terroristas, e começou um confronto em que terroristas foram mortos", afirmou o porta-voz militar Daniel Hagari, sem especificar o número de mortos, embora a imprensa local afirme que foram cinco.
Hagari acrescentou que os soldados israelenses levaram ao hospital Al Shifa incubadoras e comida para bebês. A direção do hospital afirma que há mais de 30 bebês prematuros no local.
Youssef Abu Rish, um funcionário do governo do Hamas, afirmou que tanques e soldados estão dentro do setor de emergência do hospital.
Um jornalista da agência de notícias AFP relatou que soldados israelenses estão interrogando pessoas dentro do hospital, incluindo médicos e pacientes. O governo do Hamas afirmou que o local abriga 9 mil pessoas.
Sem luz e água
A direção do hospital comunicou que começou a enterrar cerca de 170 corpos numa vala comum nesta terça-feira.
A unidade hospitalar mais importante da Cidade de Gaza está sem abastecimento de eletricidade, água e alimentos há vários dias.
As IDF afirmaram que providenciaram rotas seguras de retirada de pessoal e já haviam dado 12 horas aos militantes palestinos para cessar todas as atividades militares dentro do hospital e apelaram a "todos os terroristas do Hamas presentes no hospital que se rendam".
O Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo movimento radical palestino Hamas, relatou às Nações Unidas a morte de 40 pacientes nesta terça-feira no hospital Al Shifa.
O Hamas é considerado uma organização terrorista pela União Europeia e pelos Estados Unidos.
Base militar no subsolo do hospital
De acordo com Israel, o hospital serve como base militar do Hamas. Os funcionários do hospital e o Hamas negam essa acusação.
Os Estados Unidos afirmaram também ter informações de que o Hamas e outras milícias palestinas estão usando hospitais da Faixa de Gaza e túneis no subsolo deles para se esconder, apoiar operações militares e manter reféns.
Um desses hospitais é justamente o Al Shifa, segundo o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, John Kirby, que sublinhou que os Estados Unidos não apoiam ataques a estabelecimentos de saúde.
Questionado sobre provas para sustentar a afirmação de que os hospitais de Gaza estão sendo usados como esconderijo por terroristas, Kirby respondeu que elas "provêm de várias fontes de informação", sem dar mais detalhes.
as (Lusa, Efe, AFP)Caminho político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos